enkontra.com
Fechar busca

Athletico

Athletico Paranaense

Athletico Paranaense

Vacilo

De virada, Athletico perde pro Botafogo no Rio de Janeiro

Com reservas, Furacão saiu na frente após começo arrasador, mas não manteve o ritmo e acabou sofrendo a derrota

  • Por Luiz Ferraz
Pedro Henrique cometeu pênalti que Diego Souza converteu e resultou na derrota do Furacão no Nilton Santos. Foto: Ide Gomes/Framephoto/Estadão Conteúdo

O Athletico desperdiçou uma boa chance de subir na classificação do Campeonato Brasileiro. Mesmo jogando com um time recheado de reservas, o Furacão, em um duelo de dois tempos distintos e com muita polêmica – com direito ao VAR ser acionado três vezes, por causa de gol e pênaltis -, perdeu de virada para o Botafogo por 2×1, na tarde deste domingo (11), no Nilton Santos, no Rio de Janeiro, estacionou nos 19 pontos e caiu para a 11ª posição na tabela.

O Rubro-Negro agora concentra todas as suas forças no duelo de ida da semifinal da Copa do Brasil, diante do Grêmio, nesta quarta-feira (14), às 21h30, em Porto Alegre.

+ Confira como foi o jogo no Tempo Real da Tribuna!

Com um time todo reserva, o Athletico teve um início arrasador. O Furacão jogava à vontade. Conseguia pressionar a saída de bola do Botafogo e forçava o erro do adversário. A primeira chance veio com Thonny Anderson, que aproveitou a saída errada e quase marcou. Na sequência, o centroavante atleticano, depois da cobrança de escanteio, cabeceou com perigo.

O gol parecia ser questão de tempo. Lucho González teve a chance de marcar, mas desperdiçou. Insistente, o Rubro-Negro tirou o zero do placar aos 14 minutos. Depois da cobrança de falta e do desvio no meio do caminho, Braian Romero tentou e Thonny Anderson ficou livre para marcar.

O Athletico tinha o controle do jogo e passava poucos sustos, criando boas chances de ampliar a vantagem. Tomás Andrade e Lucho González tiveram perto de marcar o segundo. Só que, de tanto perder gols, o time foi castigado, aos 31. Depois do cruzamento da direita, o goleiro Caio, atabalhoado, saiu mal e a bola sobrou para Luiz Fernando nem sair do chão para cabecear e empatar a partida.

O jogo mudou de figura. O Botafogo, apático até então, ganhou força e foi pra cma. No lance seguinte ao gol, Caio, ao receber a bola na área, quase perdeu para Luiz Fernando. A pressão do time carioca seguiu intensa em busca da virada. Aos 33, depois da cobrança de escanteio, Marcelo Benevenuto cabeceou e mandou na trave.

Depois de alguns sustos, o Athletico voltou a fazer o goleiro Gatito Fernández trabalhar. A partida, na verdade, ficou aberta e com boas alternativas para os dois times. Mas o Furacão conseguia ser mais perigoso. Aos 41, Tomás Andrade cruzou da direita e por pouco Thonny Anderson não chegou para marcar o segundo ainda na etapa inicial.

O Rubro-Negro pareceu ter esquecido no vestiário o bom futebol apresentado nos primeiros 45 minutos. Assim, o Botafogo ganhou o meio de campo e passou a rondar a área do Furacão. Aos 13, a equipe carioca só não conseguiu a virada graças à boa defesa do goleiro Caio na tentativa de Luiz Fernando.

A entrada do atacante Lucas Campos na vaga de Rodrigo Pimpão deu mais poder de fogo ao Botafogo. A virada, então, quase veio aos 15 minutos. Na verdade o gol saiu, foi anotado pelo zagueiro Joel Carli, mas o árbitro Douglas Marques das Flores, depois de confirmar, acabou anulando o lance ao rever a jogada no VAR,, já que a bola bateu no braço do defensor botafoguense.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão!

Mas o Botafogo não desanimou. Diante de um Athletico recuado e sem força ofensiva, o time carioca seguiu criando boas chances de marcar. Aos 24, Caio saiu mal de novo e por pouco João Paulo não marcou. Só que a virada veio aos 31 e com o auxílio do VAR. Pedro Henrique cometeu pênalti em Lucas Campo, Douglas Marques das Flores não tinha marcado, mas depois de revisar o lance, marcou a penalidade. Diego Souza cobrou bem e colocou os botafoguenses em vantagem.

O gol desestabilizou de vez o Furacão. Mesmo com as entradas de Vitinho e Pedrinho, o time rubro-negro parou na marcação eficiente imposta pelo Botafogo. A equipe botafoguense, na verdade, tinha mais espaços para os contra-ataques e Luiz Fernando e Gustavo Bochecha por pouco não marcaram. Mesmo com uma postura mais agressiva nos minutos finais, o Rubro-Negro criou boas chances, chegou bem à área, mas esbarrou nas defesas de Gatito.

Nos acréscimos, um lance complicado. Madson foi derrubado por Carli na área, o árbitro chegou a consultar o VAR, mas não deu nada, resultado a derrota atleticana no Rio de Janeiro.

FICHA TÉCNICA

BRASILEIRÃO
1º Turno – 14ª Rodada

BOTAFOGO 2×1 ATHLETICO

Botafogo
Gatito Fernández; Marcinho, Joel Carli, Marcelo Benevenuto (Kanu) e Gilson; Gustavo Bochecha (Jean), Cícero e João Paulo; Rodrigo Pimpão (Lucas Campos), Luiz Fernando e Diego Souza.
Técnico: Eduardo Barroca

Athletico
Caio; Madson, Lucas Halter, Pedro Henrique e Abner Vinícius; Matheus Rossetto, Léo Cittadini (Pedrinho) e Lucho González (Erick); Tomás Andrade (Vitinho), Braian Romero e Thonny Anderson.
Técnico: Tiago Nunes

Local: Nílton Santos (Rio de Janeiro-RJ)
Árbitro: Douglas Marques das Flores (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
VAR: Márcio Henrique de Góis (SP)
Gols: Thonny Anderson, 14, Luiz Fernando, 31 do 1º; Diego Souza, 31 do 2º
Cartões amarelos: João Paulo, Rodrigo Pimpão, Cícero (BOT); Léo Cittadini (CAP)
Público pagante: 6.696
Público total: 7.992
Renda: R$ 220.526,00

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

53 Comentários em "De virada, Athletico perde pro Botafogo no Rio de Janeiro"


Barbosa Sincero
Barbosa Sincero
12 dias 37 minutos atrás

mimimimi e mimimimi mais mimimi e cadê o Bahia e mais mimimimi… e próxima semana…mimimi e depois do jogo do grêmio…mimimimi e somos time conhecido mundialmente e mimimimi e cadê o taradão do couto e mimimimi e jogo treino pago para as trouxas e mimimimi veiaco pirando o cabeção e mimimimimimi

Marcos Lopes
Marcos Lopes
12 dias 49 minutos atrás

dá nada, só um joguinho de tabela.

COXA 1909
COXA 1909
12 dias 1 hora atrás

Só pra constar Flamengo ainda está na libertadores kkkkkkkkkkkk chu pa cadelada

Marcos Lopes
Marcos Lopes
12 dias 38 minutos atrás

coxabunnnnda é comédia total. Que mané Flamengo seu otttttário, tua realidade é São Bento de Sorocaba

Luiz Carlos
Luiz Carlos
12 dias 1 hora atrás

E o que nos interessa o CRF? Só pra constar, faz uns 15 anos que o Coxa não sabe o que é uma Libertadores.

Botelho Pinto da Rocha
Botelho Pinto da Rocha
12 dias 1 hora atrás

Só pra constar também, já que aqui é a página da serie A … Nanicos da serie B e FLAS estao juntos pra chorar as eliminacoes… isso é bem coisa das pakitas… perdeu até disputa de bolinha de gude ese ano.

pode terminar suas goriosas constatações…

Jean Ferreira
Jean Ferreira
12 dias 2 horas atrás

Faltou registrar que o VARlandro não foi acionado quando o jogo já estava 1×0 e o zagueiro do Botinha puxou escancaradamente a camisa do atacante Athleticano sem que nenhum dos 8 árbitros 4 no campo e a turminha do vídeo dissessem nada. Foi preciso que a Globo confirmasse e aqui não dizem nada???

1 2 3 6
wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas