O Athletico conquistou sua terceira vitória seguida no Campeonato Brasileiro. O Furacão superou logo o revés sofrido para o Boca Juniors e, com autoridade, venceu o Cruzeiro por 2×0, na noite deste sábado (27), no Mineirão, em Belo Horizonte, chegou aos 19 pontos e ocupa a sétima posição na classificação da competição nacional. Agora, o time rubro-negro vira a chave e foca agora no duelo da volta contra os argentinos, nesta quarta-feira (31), na Bombonera, em Buenos Aires, de olho na vaga nas quartas de final da Libertadores da América.

+ Confira como foi o jogo no nosso Tempo Real!

Márcio Azevedo e Wellington cercam Jadson. Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro EC
Márcio Azevedo e Wellington cercam Jadson. Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro EC

Dias depois de sair derrotado de campo para o Boca Juniors no duelo de ida das oitavas de final da Libertadores da América, o Athletico fez um grande primeiro tempo. Diferente do que se imaginava, somente Marcelo Cirino foi poupado. Assim, praticamente com o que tem de melhor, o Furacão foi o dono das ações no primeiro tempo.

Com a ausência de Marcelo, Nikão voltou a sua posição de origem. Assim, pelos lados do campo, o camisa 11 era o dono das melhores chances. Aos 13, o jogador chutou de fora e a bola saiu por pouco. E foi com ele que veio o primeiro gol do Athletico. Aos 27 minutos, Nikão foi derrubado dentro da área. Na cobrança, Jonathan bateu bem e abriu o placar no Mineirão.

O Cruzeiro, mesmo jogando com seu time quase todo reserva, conseguiu equilibrar a partida ao mesmo tempo em que o Athletico diminuiu um pouco seu ritmo. Assim, a Raposa passou a criar boas chances. Aos 37, David ganhou de Márcio Azevedo, mas Léo Pereira salvou o Furacão a tempo de tomar o empate no primeiro tempo.

A vitória parcial rubro-negra fez o Cruzeiro se atirar para o ataque no segundo tempo. A Raposa, mesmo com dificuldades, foi em busca do empate e, aos quatro minutos, Ariel Cabral desperdiçou boa chance. Com espaços, o Furacão tinha o jogo a sua disposição e passou a cria oportunidades seguidas de ampliar a vantagem. Aos sete minutos, Nikão recebeu livre e, ao invés de tocar para Marco Ruben, decidiu chutar e errou o alvo.

Bruno Guimarães fez um golaço e comemorou com Rony. Foto: Divulgação/Mineirão
Bruno Guimarães fez um golaço e comemorou com Rony. Foto: Divulgação/Mineirão

O jogo seguiu aberto e com boas alternativas para os dois times. Aos nove, depois do erro de Jonathan, David quase marcou. Na resposta, Rony lançou Bruno Nazário, mas o meia errou o chute. O segundo gol do Furacão parecia estar maduro. Com espaços, o técnico Tiago Nunes colocou Marcelo na vaga de Marco Ruben. Assim, o Furacão aumentou seu poder de fogo, especialmente para as puxadas de contra-ataques. Já o técnico Mano Menezes foi para o tudo ou nada com as entradas dos atacantes Sassá e Wellington.

Mesmo assim, o Athletico seguiu superior no jogo. O Furacão parecia jogar em casa. E o segundo gol não demorou para sair e veio em grande estilo. Aos 30 minutos, o time atleticano colocou o Cruzeiro na rodada e, tocando a bola de pé em pé, Bruno Guimarães recebeu de Marcelo na área, tocou por cima de Rafael e fez um golaço.

+ Confira a classificação do Campeonato Brasileiro!

O segundo gol do Athletico minou qualquer possibilidade ou tentativa de reação do Cruzeiro. Com boa vantagem, o Furacão ficou soberano em campo. Com tranquilidade e sem passar grandes sustos, o time atleticano segurou a vitória e garantiu seu terceiro triunfo seguido no Campeonato Brasileiro.

Ficha técnica

BRASILEIRÃO
1º Turno – 12ª Rodada

CRUZEIRO 0x2 ATHLETICO

Cruzeiro
Rafael; Weverton, Fabrício Bruno, Cacá e Dodô; Éderson, Ariel Cabral (Jadson Silva), Jadson e Maurício (Welinton); David (Sassá) e Fred.
Técnico: Mano Menezes

Athletico
Santos; Jonathan, Pedro Henrique, Léo Pereira e Marcio Azevedo (Abner Vinicius); Wellington, Bruno Guimarães e Bruno Nazário (Thonny Anderson); Rony, Nikão e Marco Ruben (Marcelo).
Técnico: Tiago Nunes

Local: Mineirão (Belo Horizonte-MG)
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
Assistentes: Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)
VAR: Carlos Eduardo Nunes Braga (RJ)
Gols: Jonathan 28 do 1º e Bruno Guimarães 30 do 2º
Cartões amarelos: Fred (CRU)
Público total: 20.689

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre futebolentretenimentohoróscopo, nossos blogs exclusivos e os Caçadores de NotíciasVem com a gente!