A diretoria do Athletico e a torcida organizada Os Fanáticos estão discutindo o retorno da bateria e das bandeiras para o duelo com o Boca Juniors, na Arena da Baixada, que acontece na próxima quarta-feira (24), às 21h30, pela ida das oitavas de final da Libertadores. Uma reunião entre as partes está marcada.

+ Leia também: Furacão acaba com jejum e goleia o CSA fora de casa

Os instrumentos musicais e os adereços seriam liberados para o novo setor da organizada, a Coronel Dulcídio inferior, atrás do gol dos fundos do estádio. O acordo, entretanto, ainda não foi concretizado.

+ Mais na Tribuna: Athletico oferece salário 14 vezes maior pra Vitinho, que ainda não renovou

Procurada, a torcida organizada preferiu não se manifestar sobre o assunto. A reportagem também tentou contato com o Furacão, mas não obteve resposta.

No final do ano passado, as duas partes chegaram a um acordo para a decisão da Copa Sul-Americana. Na época, o clube definiu que a torcida poderá entrar com a bateria, faixas e bandeiras no Caldeirão no setor inferior da Rua Buenos Aires. A torcida organizada e a cúpula atleticana assinaram um Termo de Conduta, com algumas solicitações de segurança, como a não utilização de bandeiras com mastro.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão

Porém, no começo do ano o Athletico aumentou o preço dos ingressos do setor Buenos Aires para R$ 250, na tentativa de tirar a Fanáticos do setor. Desde então, as rusgas entre os dois lados continuaram.

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre nossa regiãofutebolentretenimento horóscopo, além de blogs exclusivos e os Caçadores de Notícias, com histórias emocionantes e grandes reportagens. Vem com a gente!