O Athletico estuda acionar a Justiça para poder transmitir, em suas plataformas próprias, jogos do clube exibidos pela Rede Globo. Contratos antigos com a emissora estão sendo mapeados por advogados para verificar a possibilidade de utilização do conteúdo no Furacão Play.

Atualmente, de acordo com a Lei nº 12.395, de 2011, o clube não pode exceder 3% do total do tempo do evento, já que os direitos de transmissão foram previamente negociados. Assim, a exibição fica limitada ao flagrante “para fins exclusivamente jornalísticos, desportivos ou educativos”.

“É a nossa história, mas só temos três minutos. Nunca teve negociação, tentamos várias vezes. Absolutamente nenhuma abertura”, comentou o presidente Mario Celso Petraglia, em entrevista à Tribuna/Gazeta do Povo.

“Agora, se nós passarmos a gerar as imagens das partidas, o direito intelectual será do Athletico. Só cai em domínio público após 70 anos. Então, se queremos reprisar Athletico x Internacional [final da Copa do Brasil de 2019] não podemos. Eles [Globo] não cedem”, completou o dirigente, que destacou que os direitos referentes aos jogos exibidos pelos canais da Turner foram resgatados na época da negociação da compensação pelas luvas extras pagas ao Palmeiras.

“Quando teve a revisão do contrato no efeito do Palmeiras, exigimos ficar com o direito para podermos passar os jogos para os sócios”, disse. A reportagem procurou a assessoria de imprensa da Globo, mas não obteve resposta até a publicação da matéria. Assim que houver, ela será incluída.

+ Mais do Furacão:

+ Futebol paranaense completa 100 dias sem futebol; confira o resumo
+ O balanço das idas e vindas no Athletico durante a pandemia


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?