enkontra.com
Fechar busca

Athletico

Athletico Paranaense

Athletico Paranaense

Classificado!

Athletico bate o Fortaleza e está nas quartas da Copa do Brasil

Quando o jogo se encaminhava para as penalidades, Marco Ruben apareceu aos 43 minutos para confirmar a classificação do Athletico. Leia mais!

  • Por Juliana Fontes
Athletico está classificado nas quartas da Copa do Brasil. Foto: Hedeson Alves

O Athletico está nas quartas de final da Copa do Brasil. Na noite desta quarta-feira (05), o Furacão bateu o Fortaleza por 1×0 na Arena da Baixada no confronto de volta das equipes. Na ida, no dia 16 de maio, o duelo tinha ficado no 0x0. Desta vez, em um jogo em que teve que trabalhar muito para abrir espaço diante do fechado time do técnico Rogério Ceni, o Rubro-Negro resolveu a situação apenas aos 43 minutos. O adversário do Athletico na próxima etapa – que só acontecerá depois da parada para a realização da Copa América – será decidido por sorteio, na próxima segunda (10).

+ Leia mais: Veja quanto o Furacão leva com a classificação

O time, que já tinha recebido R$ 2,5 milhões apenas por fazer parte da disputa – vale destacar que o Athletico entrou direto nas oitavas de final da competição -, somou mais R$ 3,15 milhões aos cofres por carimbar o passaporte para a próxima fase.

O Furacão foi a campo com a mesma equipe que venceu o Fluminense por 3×0 pelo Campeonato Brasileiro na última rodada. A escolha do técnico Tiago Nunes surpreendeu, já que o lateral-direito Jonathan e o zagueiro Paulo André – antes titulares absolutos – permaneceram no banco de reservas para que Madson e Lucas Halter, respectivamente, seguissem entre os 11 iniciais. Sem Renan Lodi, de fora por conta de sua situação não resolvida com a CBF, Márcio Azevedo permaneceu na esquerda.

O jogo começou com o Athletico tentando a todo custo atacar enquanto o Fortaleza se preocupava em defender. O Furacão encontrava dificuldades em impor seu jogo agressivo uma vez que o Leão parecia ter estudado seu adversário, mas ainda assim os donos da casa criaram oportunidades ainda no primeiro tempo. A estratégia do time cearense era esperar uma chance para tentar resolver a situação em um contra-ataque.

+ Também na Tribuna: Furacão tenta liberação de Rena Lodi

Crescendo aos poucos na partida, as melhores finalizações do Rubro-Negro foram criadas na reta final do primeiro tempo. Aos 35 minutos, Bruno Guimarães lançou e Nikão, na esquerda, cabeceou. A bola antes de sair passou na frente de Marco Ruben que perdeu a oportunidade de estufar as redes.

Aos 43, Madson recebeu um inteligente passe de Bruno Guimarães – que tirou os marcadores da jogada – para avançar pela direita e, quase da linha de fundo chutou cruzado, mas a bola não entrou. Aos 44, o zagueiro Léo Pereira arriscou de fora da área e exigiu que Felipe Alves pulasse no canto. A bola carimbou a trave e foi para fora.

Visivelmente disposto a resolver o jogo no tempo regulamentar, o Furacão continuou imprimindo seu ritmo, mas faltava capricho nas finalizações. Aos 13 minutos, foi a vez de Bruno Guimarães finalizar e fazer com que Felipe Alves trabalhasse para mandar a bola para escanteio. Quanto mais o Furacão tentava marcar o gol decisivo, mais o Fortaleza se posicionava fechado, valorizando o empate sem gols.

A tentativa de balançar as redes era tanta que o técnico Tiago Nunes tirou dois jogadores de contenção (Wellington e Lucho González) para dar espaço a dois atacantes: Marcelo Cirino e Bruno Nazário. Mas ainda assim, o ‘paredão’do Leão era impossível de ser ultrapassado. O time de Rogério Ceni era tão incisivo em defender que Carlinhos, aos 36 minutos, fez falta grave em cima de Cirino e foi expulso.

Quando tudo se encaminhava pra disputa de penalidades, Marcon Ruben apareceu de cabeça pra resolver a parada, depois do cruzamento preciso de Madson. Santos ainda operou um verdadeiro milagre já nos descontos, mas o placar já estava sacramentado.

FICHA TÉCNICA

COPA DO BRASIL
Oitavas de final – Jogo de volta

Athletico 0x0 Fortaleza

Athletico
Santos; Madson, Lucas Halter, Léo Pereira e Márcio Azevedo (Braian Romero); Wellington (Marcelo Cirino), Bruno Guimarães e Lucho González (Bruno Nazário), Nikão; Rony e Marco Ruben.
Técnico: Tiago Nunes

Fortaleza
Felipe Alves; Gabriel Dias (Dodô), Quintero, Roger e Carlinhos; Felipe, Araruna, Marlon, Romarinho, Osvaldo (Júnior Santos) e Marcinho (Tinga).
Técnico: Rogério Ceni

Local: Arena da Baixada (Curitiba)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (FIFA-SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (FIFA – SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (FIFA – SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (FIFA – SP)
Gol: Marco Ruben, 43 do 2º.
Cartões amarelos: Lucho González, Márcio Azevedo (CAP);
Cartão vermelho: Carlinhos – duplo amarelo (FOR)

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

60 Comentários em "Athletico bate o Fortaleza e está nas quartas da Copa do Brasil"


Fabiano Aguiar
Fabiano Aguiar
11 dias 14 horas atrás

Nikão tem uma história bonita de superação, mas não é isso que leva um time ao topo. Acho que já deu para ele, precisamos urgentemente de um centro avante.
Madson foi outro que só deu assistência para o gol, mas é fraquinho coitado.

General
General
11 dias 14 horas atrás

A Diretoria do CAP que seja mais dinâmica para contratar jogadores para serem titulares. A ausência do Renan Lody escancarou essa necessidade. Se quer ser campeão, tem que ter mais jogadores qualificados no elenco. Urgente devem ser contratados zagueiro, laterais, meia de criação e mais um atacante

Deco Bamba
Deco Bamba
11 dias 15 horas atrás

CAP saiu-se bem apesar de Roni atrapalhar sempre que tem a síndrome de “Agora me Consagro”. A saída de Lucho foi fundamental para mudança de ritmo de jogo.

Coxa Terra Plana
Coxa Terra Plana
11 dias 14 horas atrás

Coxinha leva sapecada no toba do pior time da serie b, depois vem aqui ser zoado

Coxa Terra Plana
Coxa Terra Plana
11 dias 14 horas atrás

Em setembro o coxinha fica seem grana e comecam a fazer corpo mole….

Raul Mattos
Raul Mattos
11 dias 16 horas atrás

O técnico do Atlético deu uma aula de como mexer no time. Se fosse o Matheus Costa mexeria aos 40 do segundo porque é muito ruim e covarde e colocaria sempre os mesmos, pois é um treinador medíocre. Parabéns ao Athlético, mereceu e que sirva de exemplo para Coritiba e Paraná.

Ricardo Soares
Ricardo Soares
11 dias 15 horas atrás

Parabens “ao meu” Atletico, faltou.

Adriovaldo Silva
Adriovaldo Silva
11 dias 16 horas atrás

Fortaleza jogou como time de série b, igual a uns ervilhas que conhecemos. Retranca demais dá nisso: eliminação do torneio. Uma boa punição para quem não tá a fim de jogar. E bola pra frente, rubro Negro!!!!

1 2 3 5
wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas