No primeiro Atletiba do Brasileirão 2020, o Athletico levou a melhor e venceu o Coritiba por 1 a 0, na tarde deste sábado (12), na Arena da Baixada, pela 10ª rodada. O gol solitário de Fabinho fez o Furacão saltar na tabela e deixou o Coxa na zona de rebaixamento.

Com o resultado, o Furacão ainda encerrou um jejum de sete jogos sem vitória e alcançou a 10ª posição, agora com 11 pontos – o time pode perder posições com o decorrer da rodada. Já o Coxa segue amargando a zona de rebaixamento. O time de Jorginho é apenas o 18º, com oito pontos.

>> Confira como foi o clássico Atletiba

O próximo desafio do Atletico será pela Libertadores. Na terça-feira (15), às 19h15, o time encara o Jorge Wilstermann no estádio Félix Capriles, na Bolívia. Já o Coritiba joga pelo Brasileirão contra o Vasco, no domingo (20), às 16h, no Couto Pereira.

Athletico e Coritiba tinham se enfrentado pela última vez na Série A em 2017: vitória alviverde no turno (1 a 0) e empate no returno (1 a 1). De lá para cá, o Coxa ficou dois anos na Série B. Já o Athletico viveu sua melhor fase, com títulos da Sul-Americana, Levain Cup e Copa do Brasil. No clássico desta tarde, ambos tinham o mesmo objetivo: deixar a zona de rebaixamento.

O Coritiba teve problemas antes mesmo do apito inicial. Matheus Sales, que seria titular, sentiu uma entorse no tornozelo e foi vetado ainda no aquecimento. Matheus Galdezani ganhou a vaga. Em campo, o Athletico começou com sua tradicional posse de bola. Foram poucas chances claras construídas no primeiro tempo.

>> Veja tabela e classificação do Brasileirão

No melhor e raro lance de perigo, o Furacão abriu o placar. Aos 11 minutos, Jonathan tabelou com Fabinho. A bola desviou em William Matheus e sobrou para o camisa 7 abrir o placar com um chutaço de dentro da área, 1 a 0. O Coxa respondeu com bolas paradas e em uma bomba de Matheus Bueno de fora da área, que Santos defendeu.

Na etapa final, o equilíbrio prevaleceu. Robson mandou um chute cruzado de longe, que tocou no travessão antes de sair. Já o Athletico respondeu com um escanteio batido direto por Abner, mas o goleiro Wilson evitou o gol olímpico.

>> Cristian Toledo: riu melhor quem riu primeiro

Além da desvantagem no placar, o Coxa ainda perdeu Igor Jesus. O camisa 19 deixou o cotovelo na cabeça de Thiago Heleno e recebeu o segundo cartão amarelo. Com um a mais, o Furacão controlou o jogo e amenizou a crise antes do retorno da Libertadores.

Ficha técnica

Brasileirão 2020
10ª rodada
12/09/2020
Athletico 1 x 0 Coritiba

Athletico: Santos; Jonathan (Jaime Alvarado), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Márcio Azevedo (Abner); Wellington, Erick e Christian; Nikão (Guilherme Bissoli), Fabinho (Ravanelli) e Geuvânio (Carlos Eduardo). Técnico: Eduardo Barros.

Coritiba: Wilson, Jonathan (Natanael), Rhodolfo (Luiz Henrique), Sabino e William Matheus; Hugo Moura, Matheus Galdezani (Giovanni) e Matheus Bueno (Yan Sasse); Robson, Igor Jesus e Sassá (Giovanni Augusto). Técnico: Jorginho.

Gol: Fabinho, aos 11 minutos do 1ºT (CAP).
Cartões amarelos: Márcio Azevedo, Wellington (CAP), Christian e Geuvânio (CAP); Igor Jesus (CFC).
Cartão vermelho: Igor Jesus (CFC).
Local: Arena da Baixada (Curitiba).
Horário: 16h30.
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima.
Assistentes: Neuza Ines Back e Rodrigo F Henrique Correa.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?