Trabalhando com minimetas – sete pontos a cada quatro jogos -, o Paraná Clube sabe que vencer hoje é fundamental para atingir seu objetivo nessa terceira etapa.

Até aqui, o ataque não passou em branco em nenhum dos quatro jogos que disputou na Vila Capanema. “Temos que seguir com esta mesma postura. Com segurança defensiva, mas procurando pressionar o adversário”, destacou o ala Lisa.

A tabela, até aqui, impôs ao Paraná um maior número de jogos fora de casa. Por isso, todos têm a convicção de que atingindo as metas neste 1.º turno a equipe vai deslanchar na segunda metade da Série B.

“Já jogamos seis vezes fora de casa. Mesmo assim, estamos sempre na ponta de cima. Quando a tabela se inverter e tivermos uma sequência no nosso alçapão, poderemos subir ainda mais”, confia o capitão Cris, que hoje desfalca o time.

A estratégia traçada por Roberto Fonseca para hoje não é diferente do que o time fez até aqui: marcação forte, se possível na base da “pressão”, com saídas rápidas para o ataque, apostando na boa fase de Welington e Jefferson Maranhão.