A despeito das declarações do diretor de futebol do Corinthians, Ronaldo Ximenes, de que as exigências do Dínamo de Kiev inviabilizam a contratação de Dudu, o São Paulo continua – ao menos no discurso – vendo o rival na frente da disputa pelo atacante.

De acordo com o vice de futebol, Ataíde Gil Guerreiro, os ucranianos estão cientes das notícias, mas ainda não receberam nenhuma confirmação de que o rival abriu mão da negociação. Dessa forma, o clube ainda estaria na frente por oferecer uma quantia maior do que o São Paulo pelo jogador.

“A situação é a seguinte: o São Paulo fez uma proposta que foi aceita pelo Dínamo. Eles disseram que tinham uma proposta melhor do Corinthians. Nesse exato momento estamos ouvindo que o Corinthians não conseguiu viabilizar o negócio e tomei o cuidado de falar com o presidente do Dínamo em Kiev, mas ele disse que oficialmente nada aconteceu. Caso isso aconteça, ele já aceitou nossa proposta. Se o Corinthians confirmar, eles levam o jogador, senão a gente conversa com o jogador”, explicou o dirigente.

As declarações de Dudu de que preferia jogar no Corinthians teriam sido manipuladas pelos empresários do atleta. A relação do São Paulo com Bruno Paiva, que representa o atacante no caso, é bastante ruim. Segundo Ataíde, o jogador foi informado de que o clube do Morumbi tinha desistido da negociação.

“Conversamos várias vezes com o jogador, que dizia que queria jogar no São Paulo. Mas ele ouviu de um empresário que tínhamos desistido do negócio e ele foi induzido ao erro porque em 2012 deu uma declaração de que toda a família dele era são-paulina; aí o empresário falou para ele dizer aquilo (que preferia o Corinthians) para desfazer o impacto da frase anterior. Vamos esclarecer isso com a torcida para, se ele vier, que venha no clima bom.”

Para Muricy Ramalho, a contratação de Dudu seria fundamental por se tratar de um jogador de características diferentes da maioria do elenco. O treinador, que pediu sua contratação, está confiante no acerto.

“O time precisa de uma velocidade a mais, temos um bom toque e uma boa velocidade. Não é um jogador que nos interessa de agora, estamos fazendo a programação há três meses e vimos que eram poucos jogadores que precisávamos trabalhar e sabíamos que ele tinha essa velocidade e esse perfil nos interessou”, disse.