O atacante da seleção dos Estados Unidos de futebol Charlie Davies sofreu um grave acidente de carro no qual uma acompanhante do jogador acabou morrendo. O fato ocorreu em uma estrada da Virginia, nas imediações de Washington, capital do país, e custou a vida de Ashley Roberta, de 22 anos, de acordo com informações do sargento da polícia local, David Schlosser.

No acidente, ocorrido por volta das 3h15 (no horário local) de terça-feira (4h15 de Brasília), Davies quebrou a tíbia e o fêmur da sua perna direita, além de ter sofrido uma fratura facial e outra no cotovelo esquerdo.

Davies, que defende o clube francês Sochaux, passou por várias horas de cirurgia no Washington Hospital Center, onde ele foi internado em estado grave, mas em condições estáveis.

Havia três pessoas no carro que se acidentou e Davies e Roberta andavam como passageiros. O sargento David Schlosser não revelou a identidade do homem que conduzia o veículo e também foi levado para o Washington Hospital Center. A causa do acidente está sendo investigada.

Davies ficará hospitalizado por pelo menos uma semana e será submetido a outras cirurgias para estabilizar o cotovelo quebrado e, possivelmente, as fraturas faciais. As sérias lesões tornaram improvável a participação do jogador na Copa do Mundo de 2010. “Lesões desta natureza normalmente exigem um período de recuperação de seis a 12 meses e reabilitação extensiva”, avisou o médico Dan Kalbac, que ajudou a cuidar do jogador ao lado de outros médicos.