O curitibano Ariel Machado manteve a sua superioridade na disputa do Power Fight Extreme, tradicional evento de MMA de Curitiba. Na noite do último sábado, no Circulo Militar, o atleta da Noguchi venceu Mauri Roque, da Gracie Barra. Com a vitória, conquistada devido à desistência do adversário ao final do segundo round, Machado manteve o cinturão da categoria até 84kg.

“Foi uma luta muito dura, com bastante trocação e golpes duros. Consegui impor um ground and pound agressivo e ele não agüentou voltar para o terceiro round”, disse o lutador em entrevista exclusiva à Tribuna.

O novo triunfo no Power Fight Extreme credencia o nome do atleta curitibano para eventos ainda maiores no cenário nacional. Ao final da luta, Machado comemorou o bom momento vivido em 2014. “Fico amarradão por conseguir ficar com o cinturão. É um dos eventos mais tradicionais do Sul do Brasil e é muito importante para a minha carreira”, frisou o curitibano.

“Agora é aproveitar o final do ano, descansar, que em 2015 passaremos a analisar as propostas”, concluiu o lutador. Com a vitória sobre Mauri Roque, Ariel Machado chega a sete triunfos em seu cartel, com apenas três derrotas.

Decepção

Na penúltima luta da noite, uma decepção para os curitibanos. Gustavo Wurlitzer, da Immortal Team, acabou sendo finalizado por Cylderlan Porco Loco, na disputa do cinturão até 66 kg. A finalização ainda no primeiro round rendeu ao paraense de Belém a 33ª vitória na carreira.