São Paulo – Cento e oito árbitros de futebol e auxiliares da Federação Paulista de Futebol (FPF) serão treinados a partir de hoje por especialistas do Instituto do Coração (Incor) no trabalho de ressuscitação cardiopulmonar e utilização de desfibriladores. De acordo com a entidade, eles atuarão já a partir de 4 de janeiro, quando começa a Copa São Paulo de Juniores, que conta com a participação de 88 equipes de todo o País.

O objetivo da FPF é que todos os 216 árbitros federados estejam orientados sobre ressuscitação cardiopulmonar e em noções de desfibrilação até o início do Campeonato Paulista, marcado para 19 de janeiro.

Segundo o médico Sérgio Timerman, do Incor, esse é o primeiro treinamento dessa natureza no mundo. "A experiência brasileira pode servir de parâmetro para outros países, de forma a tornar as condições de prática do esporte mais segura para os atletas", afirmou.

A FPF, inclusive, já providenciou desfibriladores portáteis para todos os estádios paulistas onde acontecerão os jogos do campeonato estadual. Tudo para evitar tragédias como a morte por parada cardíaca do zagueiro Serginho, do São Caetano.