O técnico Joel Santana reconheceu que o Flamengo voltou a oscilar no domingo, na vitória por 2 a 1 sobre o Bangu, em partida válida pela sexta rodada da Taça Rio – o segundo turno do Campeonato Carioca, quando a equipe abriu 2 a 0 no primeiro tempo, mas permitiu a reação do adversário na etapa final. Para o treinador, a maratona de jogos tem afetado o desempenho da equipe.

“Depois do jogo contra o Olímpia, em casa, essa foi nossa melhor partida. Só que o 2 a 0 se torna perigoso. Com estes jogos quarta e domingo, os jogadores cansam. Não vai ser diferente e sabemos disso. O primeiro tempo foi nota 9 e o segundo nota 5. Fomos quase excelentes no primeiro tempo e no segundo poderíamos ter tomado mais de um gol”, analisou.

Joel admitiu que temeu pelo pior quando Ronaldinho Gaúcho desperdiçou uma chance clara de gol. “O Ronaldinho perdeu um gol, né. E não é normal. Fiquei até pensando se iria acontecer alguma coisa pior hoje (domingo). Mas ele fez uma partida digna de Ronaldo. Ele fez tudo aquilo que esperamos de um craque como ele. Esperamos que repita a atuação na quarta-feira”.

O treinador criticou o desempenho da defesa do Flamengo, que voltou a ser vazada na tarde de domingo. “A primeira coisa que um grande time tem que ter é uma defesa bem forte. Time bom quase não toma gol e precisamos acertar isso”, afirmou.

Joel fez questão de exaltar o desempenho do atacante Vágner Love, que fez os gols do Flamengo contra o Bangu. “O Love é um atacante moderno, que sabe fazer gols e servir. Quando jogam os três atacantes, como hoje, eles se movimentam bastante e abrem espaço na defesa adversária. Teve um momento em que estávamos atacando com seis jogadores. Queríamos resolver logo a partida e ele vive um grande momento. Sem dúvida está feliz em vestir a camisa do Flamengo”.