Envolvido em polêmica por conta da morte de um atleta georgiano na sexta-feira, o luge distribuiu as primeiras medalhas na noite de domingo, que também ficou marcada pela conquista do primeiro ouro pelo Canadá, que sedia os Jogos Olímpicos de Inverno.

Na sexta-feira, Nodar Kumaritashvili morreu ao sair do seu trenó a, aproximadamente, 145 quilômetros por hora, e bater em um poste de metal, que agora é local de homenagens ao atleta, com velas e flores.

A medalha de ouro do luge foi conquistada pelo alemão Felix Loch, com o tempo de 3min13s085, seguido pelo seu compatriota David Moeller e pelo italiano Armin Zoeggeler.

Alexandre Bilodeau fez história ao faturar a medalha de ouro do moguls de esqui estilo livre para homens, dando a primeira medalha de ouro ao Canadá nos Jogos de Vancouver. Ele fez 26,75 pontos, superando o australiano Dale Begg-Smith.

A medalha é histórica para o Canadá que nunca havia faturado um ouro em Jogos sediados pelo País, que recebeu a Olimpíada de Verão, em 1976, na cidade de Montreal, e a de Inverno, em 1988, em Calgary.

A França conquistou suas duas primeiras medalhas de ouro na Olimpíada de Inverno, assumindo a liderança do quadro de medalhas. Vincent Jay venceu a disputa do biatlo masculino na categoria sprint 10 quilômetros, com o tempo de 24min07. Já Jason Lamy Chappuis ganhou a prova do combinado nórdico.

A checa Martina Sablikova venceu a prova dos 3 mil metros da patinação de velocidade, com o tempo de 4min02s53. Assim, bateu a holandesa Ireen Wust, que era a atual campeã da disputa.