O futebol indiano ganhou as manchetes da mídia esportiva nos últimos meses. Com um investimento pesado em grandes nomes do futebol mundial, a campeonato na Índia está em sua reta final.

O Atlético foi o clube paranaense que apostou neste cenário. O clube emprestou alguns jogadores à Índia e agora eles retornam com mais experiência para vestir a camisa do Furacão.

“Foi muito importante jogar e ganhar confiança novamente, podendo até arriscar jogadas diferentes. Espero retornar ao Atlético mais maduro e conseguir jogar da mesma maneira que joguei na Índia”, disse o meio-campo Bruno Pelissari, um dos que deve integrar o elenco Sub-23 do Rubro-Negro no Campeonato Paranaense, em entrevista ao site do clube.

O meia vestiu a camisa do Chennaiyin no futebol indiano e teve a oportunidade de jogar ao lado de atletas que já disputaram até Copa do Mundo, como Elano, o italiano Marco Materazzi e o camaronês Eric Djemba-Djemba.

“Para mim, foi uma experiência incrível. Poder jogar com atletas que disputaram Copa do Mundo e jogaram nos melhores times da Europa foi muito bom”, ressaltou o jovem de 21 anos.

O meio-campista ainda fez história na Índia ao marcar um gol olímpico. Clique aqui para conferir o gol.

Além de Pelissari, outros quatro atletas também tiveram e ainda possuem a experiência de jogar no futebol indiano: o zagueiro Erwin e o atacante Pedro Gusmão, que defendem o Kerala Blasters, clube que disputará a final, o volante Guilherme Batata, que vestiu a camisa do NorthEast United e o meia Gustavo Marmentini, do Delhi Dynamos.