Não havia como esconder ou dissimular o abatimento de todos no Fluminense ontem, um dia depois da eliminação na Libertadores, com o empate com o Boca Juniors (1 a 1), no Engenhão. Alguns atletas se apresentaram nas Laranjeiras e foram logo fazendo um pedido à diretoria: não queriam dar entrevistas.

Coube ao diretor de futebol, Rodrigo Caetano, o contato com a imprensa. Demonstrando otimismo, ele disse que o time vai superar o baque rapidamente e que o foco agora é a conquista do Campeonato Brasileiro.

Caetano deixou a modéstia de lado e apontou o Flu como um dos favoritos ao título. “Estamos no caminho certo. Disputamos uma Libertadores no mínimo em condições de igualdade com todos os nossos adversários”, declarou o diretor, segundo o qual a torcida tem que continuar apoiando a equipe.

“Vamos nos classificar para a Libertadores do ano que vem novamente. O trabalho não pode ser arranhado por causa de um empate contra o Boca Juniors”, disse. O Fluminense joga domingo contra o Figueirense, às 18h30, no Engenhão. Na estreia do Brasileiro, o time venceu o Corinthians fora de casa.