O técnico Dunga surpreendeu em sua convocação para as duas primeiras partidas das Eliminatórias da Copa do Mundo, diante de Chile e Venezuela. Ele convocou sete jogadores que atuam no futebol brasileiro, sendo três deles do Corinthians, incluindo o meia Renato Augusto, que ainda não havia sido convocado pelo treinador. Neymar, apesar de ter seu caso de suspensão ainda em análise na Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês), ficou de fora da lista.

Além de Renato Augusto, Dunga chamou Gil e Elias, do Corinthians; o meia Lucas Lima, do Santos, e os goleiros Jefferson (Botafogo), Alisson (Internacional) e Marcelo Grohe (Grêmio). “Estamos observando os jogos e dentro do possível nós convocamos. Não há nenhuma regra, apenas um acordo de cavalheiros de chamar no máximo dois jogadores de cada equipe nos amistosos”, comentou o técnico, que exaltou o bom momento vivido por dois jogadores que atuam no País.

“O Lucas Lima vinha tendo um destaque e nos dois amistosos deu demonstração de que se adaptou rápido”, comentou Dunga. “O Renato Augusto tem boa visão, tem experiência do futebol alemão e se readaptou rápido ao futebol brasileiro.”

Sobre Neymar, o coordenador geral de seleções, Gilmar Rinaldi, explicou a ausência na lista. “O recurso está na CAS, e no momento ele está suspenso. Para jogos eliminatórios nós temos obrigatoriedade de enviar a lista com 15 dias de antecedência, e os clubes são obrigados a liberar.”