A seleção brasileira está classificada para o hexagonal final do Campeonato Sul-Americano Sub-20 antes mesmo do seu último compromisso na primeira fase. De folga na quarta rodada do Grupo B, o Brasil caiu para o terceiro lugar da chave com as vitórias da Colômbia por 1 a 0 sobre a Venezuela e do Uruguai por 6 a 1 sobre o Chile, mas também avançou na competição.

O Brasil volta a entrar em campo neste sábado para enfrentar a Colômbia, mas a partida terá caráter meramente amistoso, já que as duas seleções estão classificadas para a próxima fase do torneio.

Mas o auxiliar técnico Maurício Copertino destacou que o duelo tem importância psicológica, ainda mais que a seleção faz campanha irregular com duas vitórias e uma derrota. “É importante, mesmo que estejamos classificados, para ganhar confiança visando o hexagonal”, disse à CBF TV.

De folga na rodada, a seleção brasileira esteve presente ao Estádio Domingo Burgueño Miguel, em Maldonado, na última quarta-feira, especialmente para acompanhar o jogo da Colômbia, seu próximo oponente no Sul-Americano Sub-20. E Maurício Copertino avaliou que o oponente têm várias virtudes.

“A Colômbia é uma equipe muito forte, com jogadores técnicos, fortes fisicamente, que atuam juntos há muito tempo. Vai ser um grande jogo porque a Colômbia também gosta de jogar. A responsabilidade sempre existe, mesmo que estejamos classificados”, afirmou.

Com os resultados de quarta-feira, o Uruguai, anfitrião do torneio, lidera o Grupo B com nove pontos e três de vantagem para Brasil e Colômbia, que ocupa a segunda colocação por ter saldo de gols superior (3 a 1). O Chile, com três pontos, já encerrou a sua participação no torneio, enquanto a Venezuela ainda não pontuou.

O Sul-Americano Sub-20 é classificatório para a Olimpíada de 2016, torneio para o qual a seleção já tem vaga por ser anfitrião, o Pan, que o Brasil não tem interesse em disputar, e o Mundial Sub-20, com quatro vagas em disputa.