O Corinthians demorou 15 horas para chegar nesta segunda-feira a Manizales, palco do segundo jogo da fase preliminar da Copa Libertadores, contra o Once Caldas. A viagem atrasou por causa do mau tempo, que fechou o aeroporto de Pereira. Após esperar por cinco horas em Bogotá para conseguir embarcar rumo a Pereira, a delegação ainda viajou mais 1h40 de ônibus até Manizales.

A novidade no grupo que viajou é o atacante Malcom, que estava com a seleção brasileira Sub-20 desde o dia 26 de dezembro para a disputa do Sul-Americano no Uruguai. O garoto jogou na noite de sábado contra a Colômbia em Montevidéu e no dia seguinte já se apresentou ao técnico Tite.

Nesta quarta, o Corinthians não poderá contar com o lateral-esquerdo Fábio Santos e o atacante Guerrero, expulsos no jogo de ida. O volante Cristian, que fez contra o Palmeiras, domingo, a sua primeira partida desde o retorno ao Parque São Jorge, não foi para a Colômbia. Ele ficou no Brasil para aprimorar a forma física.

Após a goleada por 4 a 0 em casa, o time alvinegro se classifica mesmo se perder por 3 a 0. Se marcar um gol, a equipe pode sofrer até cinco. Caso avance, o Corinthians entrará no Grupo 2 da Libertadores, que também conta com São Paulo, Danúbio (Uruguai) e San Lorenzo (Argentina). Nesse caso, o primeiro jogo será no dia 18, contra o São Paulo, no Itaquerão.

A sequência de bons resultados fortalece o time neste início de temporada. O Corinthians não sofre gol há 473 minutos. O último foi aos 13 minutos do primeiro tempo da vitória por 2 a 1 sobre o Bayer Leverkusen, pela Florida Cup. Depois, o alvinegro venceu Corinthian-Casuals, Marília, Once Caldas e Palmeiras.