O Atlético Goianiense anunciou nesta terça-feira a demissão do técnico Adilson Batista, que deixa o time depois de apenas dez jogos no comando. A diretoria do clube anunciou que a decisão foi tomada na última tarde, depois de uma reunião com o treinador, cujo seu auxiliar, Ivan Júnior, também deixará o time.

Adilson foi demitido com apenas uma derrota sofrida em sua trajetória no Atlético Goianiense, pelo qual obteve também cinco vitórias e quatro empates, contabilizando então um aproveitamento de 63%, além de um saldo de 24 gols marcados e oito sofridos. Os dois últimos empates da equipe goiana aconteceram nas duas primeiras rodadas deste Campeonato Brasileiro – 0 a 0 com o Cruzeiro, em Minas Gerais, e 1 a 1 com a Ponte Preta, em Goiânia.

Com Adilson no comando, o Atlético Goianiense também foi eliminado pela Ponte Preta na segunda fase da Copa do Brasil e ficou com o vice-campeonato goiano, após dois empates com o rival Goiás na decisão.

Contratado no dia 4 de abril, Adilson chegou a recusar recentemente uma proposta feita pelo Cruzeiro, clube que já dirigiu com sucesso. Na ocasião, alegou que não aceitou a proposta por estar no início de seu trabalho no Atlético Goianiense.

Ao justificar o motivo da demissão, o diretor de futebol da equipe goiana, Adson Batista, alegou que “situações internas” foram determinantes para a decisão, mas não falou quais seriam as mesmas. “Respeitamos muito o Adilson. É um profissional que tem uma grande carreira pela frente, mas entendemos que era necessário fazer uma mudança por algumas situações internas e, naturalmente, procurar fazer o melhor para o clube”, disse o dirigente, para depois destacar que já está trabalhando para contratar um novo treinador “o mais rápido possível”.

E, no mesmo dia em que anunciou a demissão de Adilson Batista, o Atlético Goianiense confirmou nesta terça a renovação de contrato do volante Pituca, que assinou acordo para continuar defendendo o time até o final de 2013. “Tive um acerto com a diretoria e renovamos até o final do ano que vem. É bom, sinal de que meu trabalho está reconhecido dentro do clube. Agora é trabalhar ainda mais forte para ajudar o clube e crescer junto com o time”, festejou o jogador.