Louis Saha, hoje no Tottenham, se notabilizou pelas seguidas lesões, que por diversas vezes atrapalharam sua carreira. Agora aos 33 anos, ele vê a sorte mudar. Uma série de contusões envolvendo atacantes franceses permitirá a Saha voltar a jogar pela seleção pela segunda vez em cinco anos.

Seu último jogo com a camisa da França foi há dois anos, quando atuou por apenas 10 minutos em um jogo das Eliminatórias da Eurocopa contra a Bielo-Rússia. Entrou, se machucou, e saiu. Sua partida anterior havia sido em 2006, quando jogou 31 minutos diante da Grécia. Agora, com as leões de Benzema e Remy, ele tem a chance de buscar uma vaga na Eurocopa deste ano. Ele deverá ser titular no amistoso desta quarta-feira, contra a Alemanha, em Bremen.

“Estou aqui e quero mostrar o que eu posso fazer”, disse Saha, nesta segunda-feira, em Clairefontaine, na França. “Eu tenho a chance agora, enquanto há sempre muita competição por uma vaga com jovens jogadores em crescimento.”

Já o técnico Laurent Blanc comemorou o fato de poder dar uma chance a Saha. “É muito bom ver ele jogando de novo. Todo mundo sabe a qualidade que ele tem. É uma pena que ele tenha se machucado tanto”, comentou o treinador da França.