No dia 19 de dezembro, data em que comemora 25 anos de existência, o Paraná irá ganhar de presente uma nova torcedora: Alice Sikora da Rocha, tricolor antes mesmo de vir ao mundo.

A menina é o fruto da união do casal de paranistas Caroline Franciozi Sikora, professora, 32 anos, e Kleber Siqueira da Rocha, funcionário público, 31. A convergência da data de nascimento de Alice com a da fundação do Tricolor não é obra do acaso.

O casal planejou a cesariana de Caroline de forma premeditada. Querem que Alice comemore anos junto com o time de coração.

“Na verdade, era para ela nascer dia 27 de dezembro. Aí conversei com a médica para saber se não poderia ser antes e ela falou que tudo bem. Então, perguntei se poderia ser no dia 19 e a médica aceitou”, comemora Caroline, que agora torce para Alice não se precipitar no próprio nascimento.

“Tem chance de ela vir antes. Mas, já conversei com ela e está acertado: nasce dia 19. Vamos comemorar o aniversário dela junto com o do Paraná”, brinca a futura mãe, que já destacou o fardamento vermelho, azul e branco que Aline vestirá. “Tem três tip tops do clube aguardando por ela”, diz.

A paixão pelo time da Vila Capanema foi também o que uniu o casal, que se conheceu em um site de relacionamentos. “Na minha foto de perfil eu usava um cachecol do clube. Foi o que bastou para compartilharmos nossos interesses”, conta Caroline.

Brincadeiras

Inevitavelmente, os amigos do casal brincam com a situação. Os paranistas parabenizam. Já os atleticanos e coxa-brancas, divergem.

“Me chamam de louca, o pessoal diz que sou doida. As outras pessoas não entendem isso. Nem meu marido sabia que escolhi esta data para dar à luz. Eu defini, e depois comuniquei”, revela a paranista, que já atirou um rádio na parede após uma derrota do time e sonha em montar um museu que preserve a história do clube.

“Sou formada em história. Meu sonho é montar um museu da história do Paraná no próprio estádio do clube, com acesso para o público. Além de preservar fatos históricos, ainda pode render lucro à instituição”, projeta.