O piloto alemão Michael Schumacher visitou hoje no hospital o brasileiro Felipe Massa, que se recupera em Budapeste do acidente sofrido há uma semana, durante o treino oficial para o Grande Prêmio da Hungria. Schumacher, sete vezes campeão da Fórmula 1, voltará às pistas após três anos de aposentadoria justamente para substituir Massa.

O médico particular do brasileiro, Dino Altmann, havia dito à imprensa que Schumacher desejava fazer uma visita ao ex-companheiro de Ferrari antes de assumir seu lugar, o que ocorrerá no dia 23, no Grande Prêmio da Europa, na Espanha. O encontro durou cerca de três horas. “Foi muito bom finalmente ter visto o Felipe. Me sinto melhor agora”, disse o alemão, em declarações citadas pelo site da Ferrari. “Sempre estive ciente de tudo, mas é melhor constatar as coisas com os próprios olhos. Estou surpreso, suas condições são muito boas, considerando que o acidente ocorreu na semana passada”, acrescentou.

Ao falar sobre suas expectativas para o retorno à Fómula 1 e os testes que fez nos últimos dias, Schumacher afirmou que ainda não sentiu dores nos músculos do pescoço, submetidos a uma intensa movimentação durante as corridas. O condicionamento do piloto é uma das principais preocupações da Ferrari. “É claro que não se pode saber depois de tanto tempo. Estou curioso para ver o que acontece nos próximos dias”, admitiu o campeão.