Menos de uma semana antes do início das semifinais da Liga dos Campeões da Europa entre Bayern de Munique e Barcelona, o técnico Jupp Heynckes, do clube alemão, não economizou nos elogios a Lionel Messi, astro do time espanhol, e o comparou com alguns dos maiores jogadores da história do futebol.

“Ele é um fenômeno. Ele está no nível de Zinedine Zidane, Diego Maradona, Pelé e Johan Cruyff”, disse Heynckes, nesta quarta-feira. “Qualquer um que marca 50 gols

em uma temporada é extraterrestre”, completou o treinador do time alemão, que receberá o Barcelona na próxima terça-feira em Munique.

O Bayern realiza temporada notável. O time faturou o título do Campeonato Alemão com mais rodadas de antecedência na era moderna do torneio e se classificou para a decisão da Copa da Alemanha ao vencer o Wolfsburg por 6 a 1 nesta terça-feira. “Nós mostramos que somos uma potência, uma grande equipe”, disse Heynckes. O treinador declarou que o Barcelona por muitos anos “foi um exemplo” para sua equipe. Mas o treinador do Bayern fez questão de enfatizar o verbo no passado.

O ex-jogador Matthias Sammer, hoje dirigente do Bayern, fez elogios a Messi, eleito quatro vezes o melhor do mundo e o chamou de “gênio” e “fantástico jogador”. Sammer também disse que estava muito feliz que o treinador do Barcelona, Tito Vilanova, tenha retornado ao comando da equipe após tratamento contra câncer e que Eric Abidal esteja de volta ao time depois de um transplante de fígado. “Eu desejo-lhes tudo de melhor, apesar da rivalidade esportiva”, declarou.