Ano novo vida nova? Não para Andy Murray. Assim como no ano passado, o britânico faturou o ATP 250 de Brisbane. Na final, o número três do mundo enfrentou a sensação búlgara, Grigor Dimitrov, de 21 anos.

“Foi importante começar o ano com um título. Isso vai me dar muita confiança para o Aberto da Austrália, onde espero jogar ainda melhor. Mentalmente, me sinto muito mais relaxado na véspera de um Slam do que antes. Acho que isso é um bom sinal”, disse Murray.

Dimitrov, 48.º do ranking, mostrou que o duelo seria duro para Murray, quebrando logo no primeiro game o saque do londrino. Mas o britânico se recuperou e, num 7-0 no tie break, venceu a parcial em 7-6. No segundo set, o cabeça de chave número um do torneio fechou o confronto num 6-4.