A brasileira Ana Marcela Cunha terminou em sétimo lugar a disputa dos 5 quilômetros da maratona aquática no Mundial de Esportes Aquáticos, que está sendo realizado em Xangai, na China. A prova foi realizada na praia de Jinshang, sendo vencida pela suíça Swann Oberson, com o tempo de 1h00min39s7.

A francesa Aurelie Muller, com 1h00min40s1, faturou a medalha de prata e a norte-americana Ashley Grace Twichell ganhou o bronze, com 1h00min40s2. Ana Marcela Cunha chegou a liderar a disputa, mas ficou na sétima colocação, com o tempo de 1h00min46s7. Já Poliana Okimoto, com 1h00min48s3, terminou em 11º lugar.

“Parece que hoje estava até um pouco mais quente que no dia 19, na prova de 10 quilômetros. Hoje mostrei pra todo mundo que estou bem treinada, que não vim pra passear e que toda a minha preparação não foi jogada fora”, disse Ana Marcela.

A versão masculina da prova foi vencida pelo alemão Thomas Lurz, com o tempo de 56min16s6. O grego Spyros Gianniotis, com 56min17s4, faturou a medalha de prata e o russo Evgeny Drattsev, com 56min18s5, conquistou o bronze. Já os brasileiros tiveram desempenho fraco. Victor Colonese ficou em 22º lugar, com o tempo de 56min39s7. Já Samuel de Bona terminou na 36ª posição, com 1h01min20s9.

NADO SINCRONIZADO – As brasileiras Nayara Figueira e Lara Teixeira repetiram o desempenho do dueto técnico e terminaram a final dos duetos livres do nado sincronizado na 12ª colocação, com 85,770 pontos. A disputa foi vencida pelas russas Natalia Ishchenko e Svetlana Romashina, com 98,410 pontos.

Natalia Ishchenko é o principal destaque individual até agora do Mundial de Esportes Aquáticos, com cinco ouros conquistados em cinco provas disputadas. Os duetos da China e da Espanha completaram o pódio da disputa, em segundo e terceiro lugar, respectivamente.

POLO AQUÁTICO – A seleção brasileira masculina de polo aquático sofreu a sua terceira derrota no Grupo C do Mundial de Xangai ao ser batida pelo Canadá por 13 a 9. Assim, terminou em último lugar na chave, sem somar sequer um ponto. Agora, a equipe vai disputar do 13º ao 16º lugar, e tentará repetir o resultado do Mundial de Roma, quando terminou na 13ª posição. O próximo jogo no torneio será contra a África do Sul.

QUADRO DE MEDALHAS – A outra medalha de ouro distribuída nesta sexta-feira foi na disputa do trampolim de 3 metros, vencida pelo chinês He Chong. Assim, o quadro de medalhas continua sendo liderado pela China, com oito ouros, oito pratas e um bronze, seguida pela Rússia, com seis ouros, duas pratas e três bronzes. Alemanha, Grécia, Estados Unidos, Grã-Bretanha e Suíça faturaram as outras medalhas de ouro já distribuídas em Xangai.