Fernando Alonso enfim “acordou” na temporada 2013 da Fórmula 1. O espanhol faturou a primeira vitória da Ferrari no ano ao chegar na frente no GP da China, neste domingo, em Xangai. Com uma aposta acertada nos pneus, o piloto superou Kimi Raikkonen e o pole Lewis Hamilton para entrar na briga pelas primeiras posições do campeonato. Felipe Massa chegou em 6º lugar.

Com o triunfo, Alonso chegou aos 43 pontos, subiu para o terceiro lugar e ultrapassou o brasileiro na tabela – Massa é o 5º, com 30. O espanhol está atras do tricampeão Sebastian Vettel, com 52, e de Raikkonen, com 49. Os três primeiros são justamente os vencedores das três etapas da temporada até agora.

 

Alonso entrou na briga pelo campeonato ao fazer a opção mais acertada na escolha dos pneus. Antes da prova, havia a expectativa sobre a estratégia arriscada de Vettel, que poupou os compostos no treino classificatório para largar com os médios. O espanhol, por sua vez, largou com macios, assim como Raikkonen e Hamilton.

Mais feliz na sua opção, Alonso largou bem, assim como Massa. Ambos deixaram Hamilton para trás no início e o espanhol assumiu a liderança logo na 5ª volta. Vettel, que largou em 9º, já aparecia em 7º. O cenário, porém, mudou com a primeira rodada de pit stops para troca de pneus.

Vettel e Jenson Button, com pneus médios, não pararam e saltaram para as primeiras posições, enquanto Alonso foi para o pelotão intermediário. Na 24ª volta, Vettel galgou o primeiro lugar, acompanhado de perto pelo piloto da McLaren.

Mas Alonso iniciou sua reação e não demorou para encostar nos líderes da prova. Na 30ª volta, conseguiu fazer a ultrapassagem sobre Vettel, exibindo melhor desempenho com sua Ferrari. O alemão precisou parar nos boxes para trocar seus pneus e acabou perdendo mais posições. Acabou em 4º, sem conseguir ameaçar Hamilton.

Mark Webber, o outro piloto da Red Bull, teve destino menos feliz. Após largar em último, por um problema no carro durante o treino, o australiano se chocou com Jean-Eric Vergne e viu sua prova acabar ainda na 18ª volta, finalizando um fim de semana de decepções.

A próxima etapa da Fórmula 1 será disputada já no domingo que vem. O GP do Bahrein terá lugar no Circuito de Sakhir, no dia 21

 

Confira a classificação final do GP da China:

1.º – Fernando Alonso (ESP/Ferrari), em 1h36min26s945

2.º – Kimi Raikkonen (FIN/Lotus), a 10s100

3.º – Lewis Hamilton (ING/Mercedes), a 12s300

4.º – Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), a 12s500

5.º – Jenson Button (ING/McLaren), a 35s200

6.º – Felipe Massa (BRA/Ferrari), a 40s800

7.º – Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso), a 42s600

8.º – Paul Di Resta (ESC/Force India), a 51s000

9.º – Romain Grosjean (FRA/Lotus), a 53s400

10.º – Nico Hulkenberg (ALE/Sauber), a 56s500

11.º – Sergio Perez (MEX/McLaren), a 1min03s800

12.º – Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso), a 1min12s600

13.º – Pastor Maldonado (VEN/Williams), a 1min33s800

14.º – Valtteri Bottas (FIN/Williams), a 1min35s400

15.º – Jules Bianchi (FRA/Marussia), a 1 volta

16.º – Charles Pic (FRA/Caterham), a 1 volta

17.º – Max Chilton (GBR/Marussia), a 1 volta

18.º – Giedo van der Garde (HOL/Caterham), a 1 volta

Não completaram a prova:

Nico Rosberg (ALE/Mercedes)

Mark Webber (AUS/Red Bull)

Adrian Sutil (ALE/Force India)

Esteban Gutierrez (MEX/Sauber)