O clima na McLaren entre Lewis Hamilton e Fernando Alonso continua tenso. Prova disso foi a atitude tomada pela escuderia inglesa nesta quinta-feira, que proibiu os pilotos de comparecerem ao Circuito de Istambul para participar da entrevista coletiva oficial do GP da Turquia.

A escuderia tenta preservá-los do assédio da mídia para evitar novos atritos. A decisão da proibi-los de dar entrevistas foi tomada depois da polêmica iniciada no GP da Hungria, vencido por Hamilton, que afirmou ter sido prejudicado por Alonso nos treinos classificatórios.

Alonso, no entanto, participou hoje de um evento de um patrocinador, onde deu algumas voltas de kart. O piloto espanhol não quis comentar sua relação com Hamilton e disse apenas que espera vencer a prova na Turquia.

Hamilton, com 80 pontos, lidera o Mundial da Fórmula 1. Alonso está em segundo lugar, sete pontos atrás do inglês. Ambos só estarão no Circuito de Istambul nesta sexta-feira, quando participarão das duas primeiras sessões de treinos livres.