Alemanha e Itália decepcionaram suas torcidas nesta quarta-feira. Jogando em casa, as duas seleções tradicionais ficaram aquém do esperado e foram derrotadas em amistosos diante de França e Estados Unidos, respectivamente.

Em Bremen, os alemães caíram pelo placar de 2 a 1 após estarem perdendo por 2 a 0. Com uma equipe desfalcada, sem Schweinsteiger e o capitão Philipp Lahm, não repetiu as grandes atuações da Copa da África do Sul. Klose e Özil chegaram a ameaçar o gol francês, sem sucesso.

Os visitantes foram mais eficientes. Giroud, aos 21 minutos de jogo, e Malouda, aos 34 da segunda etapa, marcaram os gols franceses. Os anfitriões só descontaram nos acréscimos. O brasileiro Cacau aproveitou cruzamento da direita e, sem marcação, só empurrou para as redes.

Enquanto a Alemanha sofria diante da França, a Itália tinha dificuldade para resistir aos Estados Unidos, do técnico Jurgen Klinsmann. Mesmo jogando em Gênova, os italianos foram derrotados por 1 a 0. O único gol da partida foi marcado pelo atacante Clint Dempsey, aos 10 minutos do segundo tempo.

Foi a primeira vitória norte-americana sobre a Itália na história dos confrontos, que somam 11 partidas. Para o treinador alemão, seu quinto triunfo em 10 jogos no comando dos Estados Unidos teve gosto de vingança. Klinsmann era o técnico da Alemanha quando a Itália eliminou os anfitriões da Copa do Mundo de 2006 na semifinal.

Os amistosos serviram de preparação para a disputa da Eurocopa, que terá início no dia 8 de junho, na Polônia e na Ucrânia.