O atacante Sergio Agüero foi o principal responsável pela vitória da Argentina sobre a Bósnia na noite da última segunda-feira. Ele marcou os dois gols do triunfo por 2 a 0, em amistoso realizado em St. Louis, nos Estados Unidos. Após o confronto, o jogador do Manchester City foi bastante elogiado pelo técnico da seleção, Alejandro Sabella.

“Ele é um dos melhores jogadores do mundo, em um dos melhores clubes”, afirmou o treinador, que ainda previu evolução na seleção com o retorno de Messi, que não atuou por conta de uma lesão que o tirará do futebol até o fim do ano. “Quando o Messi jogar, tudo será mais fácil para nós.”

Agüero havia começado no banco o amistoso da última sexta contra o Equador – empate por 0 a 0 -, como parte da estratégia de Sabella de rodar bastante o elenco. Além dele, o meia Di María também foi um dos destaques da Argentina diante dos bósnios, que tiveram o atacante Dzeko, companheiro de Agüero no City, como principal nome.

O show do atacante argentino começou aos 39 minutos. Palacio recebeu boa enfiada, tentou driblar o goleiro, mas perdeu a bola, que sobrou para Agüero marcar. Já no segundo tempo, aos 20 minutos, ele aproveitou lançamento perfeito de Maxi Rodríguez e encheu o pé para selar a vitória com o um belo gol.

Argentina e Bósnia já garantiram vaga para a Copa do Mundo do ano que vem, que acontecerá no Brasil. Os argentinos fizeram grande campanha e terminaram na ponta das Eliminatórias Sul-Americanas, enquanto os bósnios foram os líderes do Grupo G nas Eliminatórias Europeias e se classificaram para seu primeiro Mundial.