A partir de domingo, a Arena da Baixada ganhará uma nova divisão especial para os adquirentes de pacote e com preço de R$ 30,00 para quem comprar ingresso individual.

 

A decisão tomada pela diretoria do Atlético já entra em vigor na partida contra o Cruzeiro, programada para às 18h, na oitava rodada do campeonato brasileiro. O novo espaço ficará em paralelo às antigas cadeiras, mas na parte inferior, conhecida popularmente como retão.

A intenção dos dirigentes é clara: assegurar o direito de quem comprou os pacotes colocados à venda pelo clube, garantindo assim o uso constante da cadeira adquirida, além de retomar a venda desses pacotes e, assegurando um privilégio em relação a quem está disposto a pagar mais caro para ver o Rubro-Negro em campo. Tudo isso cumprindo a liminar dada pela justiça, que assegurava a cobrança de R$ 15,00 em determinados setores, e mantendo a política do clube de angariar mais sócios e torcedores que possam trazer uma renda garantida ao clube.

Tudo isso faz parte do processo de modernização e adequação ao Estatuto do Torcedor, que vem sendo implantado na Arena. Nas primeiras rodadas do Brasileirão, o torcedor já teve contato com cadeiras em todos os setores, passou a comprar ingresso já pensando no local a assistir a partida e, agora, tem um novo local para usufruir do conforto do estádio.

Para tanto, o clube está passando algumas orientações ao torcedores. Uma delas é ficar atento à programação visual das bilheterias. Em cada uma delas, haverá cartazes indicando para quais setores há ingressos à venda. Para facilitar a localização e escolha do torcedor, os cartazes foram feitos nas mesmas cores com que os setores da Arena estão pintados.

Em todas as bilheterias haverá venda de ingressos para todos os setores. No entanto, o torcedor terá que ficar atento  para não entrar na fila errada. O ideal é buscar informações antes de chegar ao local da compra do ingresso. Para tirar as últimas dúvidas e evitar que o tempo de espera seja longo, o Atlético colocará orientadores nas filas das bilheterias.

Será preciso prestar atenção às informações dos ingressos e tickets que são entregues no momento da compra. Neles, constam: o nome do setor, o nível (inferior ou superior), a boca de entrada, a fila e o número da cadeira. O torcedor deverá manter à mão o ingresso e o ticket durante todo o jogo, mesmo depois do início da partida. Isso irá ajudá-lo na volta para a cadeira depois do intervalo ou no caso de precisar sair do lugar com o jogo em andamento.

 

Levir Culpi ainda depende de Washington

 

Os treinamentos da semana serão a verdadeira prova de fogo para dizer se o atacante Washington poderá ou não atuar no domingo, contra o Cruzeiro. O jogador do Atlético já está liberado para trabalhos físicos, mas será os movimentos com bola e no gramado que vão poder confirmar a presença em campo do artilheiro. Ontem, o time treinou apenas em ambiente fechado, o que não dá uma noção exata da recuperação do jogador.

?No decorrer da semana veremos como estou. Claro que nós vamos testar no gramado, com o campo molhado, com essa chuva, que é o verdadeiro teste para ver se a gente joga domingo?, revela Washington. De acordo com ele, essa precaução vai acontecer para não se repetir o mesmo da semana passada, quando ele voltou a treinar com bola e sentiu a contusão na coxa esquerda. ?Pois é, não dá para achar que está bom. Porque contratura você acha que está bem, antes do trabalho não sente nada e chega na hora do trabalho tem aquela dorzinha que incomoda?, explica. No entanto, ele diz estar indo bem e espera jogar contra a Raposa.

Para pegar o Cruzeiro, o técnico Levir Culpi começa a moldar a equipe, efetivamente, hoje, no primeiro trabalho técnico e tático. Neste jogo, ele não poderá contar com o meia Fernandinho e o atacante Dennys já que os dois estão servindo a seleção brasileira sub-20. Fernandinho, inclusive, está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. A principal opção para o treinador é colocar Washington no lugar do meia e deixar Ilan um pouco atrás para fazer as armações das jogadas com Jádson.

 

Entrevista com Alan Bahia

 

Se o Atlético tinha um coração valente com Washington, agora tem dois. Depois do susto de receber a notícia de ter um problema no coração, o volante Alan Bahia passou por um cateterismo no coração na quinta-feira e dispensou os dez dias de repouso recomendados pelo departamento médico do clube. Contrariando as expectativas mais otimistas, o volante Alan Bahia já está de volta aos trabalhos com o restante do elenco e já quer ir a campo domingo, jogar contra o Cruzeiro. Em entrevista à Tribuna ele conta que levou um susto ao receber os resultados dos exames médicos cardíacos.

 

Paraná-Online – Como é que você encarou a notícia de que tinha um problema elétrico no coração?

Alan Bahia – Tomei um susto. Um grande susto que eu passei naquela semana, mas graças a Deus não foi nada grave e já estou trabalhando fisicamente, estou bem e vou procurar trabalhar forte para chegar no jogo bem.

 

Paraná-Online – E a operação em si, correu tudo bem?

Alan Bahia – Fiz um cateterismo, que foi um furinho só na virilha. Nada que preocupe.

 

Paraná-Online – Você volta já no domingo?

Alan BahiaEsta semana já estou à disposição do professor Levir Culpi. Trabalhei forte, não senti nada e, agora, vamos ver os trabalhos com bola.