O final de semana será todo azul para o futebol paranaense. Não que a previsão seja de vitórias tranqüilas, já que o trio-de-ferro terá compromissos complicados hoje e amanhã. Mas são times com esta cor predominante os rivais a serem batidos por Paraná, Coritiba e Atlético na briga por melhores posições no Brasileirão.

Hoje, às 16h, o Coritiba enfrenta o São Caetano com perspectiva de casa cheia no Couto Pereira. Tanto pela promoção da Nestlé quanto pelo momento da equipe, que diante de Ponte Preta e Atlético-MG obteve duas vitórias seguidas – feito inédito neste campeonato. Se emendar o terceiro triunfo seguido, o Alviverde, atualmente em 12.º, ultrapassa o time do ABC paulista e encosta de vez no embolado pelotão de frente do Brasileirão.

Já o Atlético, que teve sua reação brecada pelo mesmo São Caetano, enfrenta o Paysandu, hoje, às 18h10, em Belém. Para superar o lanterna da competição, o Rubro-Negro tenta livrar-se dos problemas do setor defensivo, que tomou sete gols nos últimos dois jogos. Uma vitória dá à equipe alguma esperança de terminar o primeiro turno na zona de classificação à Copa Sul-Americana (entre ao 11 primeiros) – objetivo traçado por Antônio Lopes para esta primeira metade do campeonato.

Amanhã, às 16h, o Paraná, invicto há sete jogos, pega um azul em ascensão. O Cruzeiro ganhou os seis dos últimos nove jogos e já é o quinto -uma posição à frente do Tricolor. A igualdade em pontos entre as equipes sugere um confronto equilibrado no Mineirão – desde que o Paraná não repita a fraca atuação no empate diante do Flamengo. O jogo marca também o duelo entre dois candidatos à artilharia da competição: o cruzeirense Fred, líder do ranking ao lado de Alex Dias, com 12 gols, contra o paranista Borges, que marcou 11, assim como Róbson, do Paysandu.