A contusão de Paulo Sérgio, no momento em que abriu o placar, diante do América-RN, abriu caminho para a entrada de Reinaldo. Para muitos, o técnico Dado Cavalcanti conta, agora, com a dupla de ataque ideal, formada por Felipe Amorim e Reinaldo. O treinador elogiou o comportamento de todos e preferiu não antecipar nada em relação às novas possibilidades para o setor ofensivo. “Fico feliz por termos opções de qualidade neste e em outros setores”, disse Dado.

Reinaldo garante estar pronto para jogar 90 minutos e deixa a escolha para o treinador. “É ele quem decide. Nossa função e treinar e jogar bem, deixando a dor de cabeça para o Dado”, disse. O Tricolor fechou a fase pré-recesso com um dos piores ataques da Série B. Por conta disso, a comissão técnica focou a intertemporada no “resgate” deste setor-chave. Após três jogos, os sinais de evolução são evidentes, com oito gols marcados.

Mais do que isso: na goleada de sexta, três atacantes – Paulo Sérgio, Reinaldo e Felipe Amorim – balançaram as redes. “Estamos no caminho certo. Mas, há muito ainda a melhorar. A competição é longa e não podemos nos descuidar. Vencemos bem, mas já temos nova decisão no próximo sábado”, disse Cavalcanti. O Paraná recebe o Ceará, na Vila Capanema. Uma vitória poderá colocar o clube, enfim, no G4.