Tóquio (AE) – Com receio devido ao frio e à chuva na cidade de Tóquio, no Japão, o treinador do Internacional, Abel Braga, resolveu cancelar o treino da tarde de ontem (madrugada em Brasília).

Na primeira parte dos trabalhos, os jogadores fizeram coletivo no complexo esportivo de Nishigaoka.

Os termômetros chegaram a marcar cerca de 5º C.

Segundo o comandante da equipe gaúcha, a comissão técnica não achou necessário a realização do quarto treino em apenas dois dias na Ásia. ?Ia ser muito desgastante. O Fabinho se sentiu mal no almoço. O (Elder) Granja sentiu algumas dores. E o Ceará foi o que mais sentiu o problema do fuso horário. Então, o melhor treino é o repouso?, disse Abel, em coletiva no Hotel Four Seasons.

Sem conseguir treinar e fazer exercícios físicos no gramado, os atletas do Inter realizaram atividade na piscina aquecida do hotel. A equipe brasileira, que garantiu a vaga na Copa do Mundo de Clubes da Fifa após conquistar o inédito título da Libertadores da América, volta a treinar hoje, em Nishigaoka.

Coletivo

No treino da manhã de ontem no Japão, Abel Braga comandou um coletivo de cerca de meia hora. O ataque foi formado por Iarley e o jovem Alexandre Pato, que marcou o único gol da movimentação.

Amanhã, o Inter fará um treino fechado para a torcida e a imprensa. O treinador colorado pretende aperfeiçoar cobranças de faltas e jogadas ensaiadas para a estréia na semifinal do Mundial, que será na próxima quarta-feira, contra o vencedor do confronto entre o neozelandês Auckland City e o egípcio Al Ahly, que jogam hoje.