Na última entrevista coletiva que concedeu antes do jogo final do Inter no Campeonato Brasileiro, contra o Figueirense, neste sábado, as 16h30, em Florianópolis, o técnico Abel Braga resolveu manter o mistério sobre o seu futuro ao não confirmar se renovará o seu contrato com o clube. Ele manifestou interesse em seguir comandando o time, mas revelou que poderá deixar o Brasil se não reformar o seu compromisso com a equipe para a próxima temporada.

“Posso garantir uma coisa: o futebol é dinâmico, muda muito. Mas não sei se vou trabalhar em algum clube brasileiro se não ficar no Inter. Se for para ficar, que seja onde eu estou. Nem tudo foi mil maravilhas, óbvio, mas não vejo nada superior ao Inter para sair daqui e ir para lá” afirmou o treinador, em entrevista coletiva nesta sexta-feira, na qual exibiu um discurso enigmático.

“A única diferença é sair daqui e ir para casa. Isso tem um peso e um significado especial. Eu não tenho intenção de trocar o Inter por outro clube. Isso precisa ficar claro. Isso não existe. Pode até acontecer, mas não existe agora”, completou Abel, que também foi evasivo ao falar que “seu futuro já está definido” com sua família. “Não sei o que vou sentir ou não depois do jogo. A minha relação com o clube aqui é forte, a relação humana é ótima.”

Antes de falar com os jornalistas, Abel comandou um treino recreativo no CT do Parque Gigante visando a partida diante do Figueirense. O meia D’Alessandro, que está fora do jogo por estar suspenso, acabou liberado da atividade para visitar instituições de caridade. Além do argentino, o time terá outros desfalques. Os laterais Gilberto e Fabrício também cumprirão suspensão, enquanto Alan Patrick, Jorge Henrique e Nilmar ainda se recuperam de lesões e foram vetados pelo departamento médico.

Com 66 pontos ganhos, o Inter precisa de uma vitória para assegurar a terceira posição do Brasileirão sem depender do resultado do jogo do Corinthians, que também entra em campo às 16h30 deste sábado, contra o Criciúma, em São Paulo. Com a mesma pontuação da equipe gaúcha, mas com duas vitórias a menos, os corintianos tentarão bater o rebaixado rival e torcer para que o time colorado no máximo empate neste sábado.