Seis dias depois de perder o título do Campeonato Potiguar para o rival América-RN, em casa, o ABC voltou a decepcionar os seus torcedores nesta sexta-feira. Na estreia da Série B do Campeonato Brasileiro, o time alvinegro não conseguiu passar pelo paredão Paes e, com gol de pênalti marcado por Júnior Negão aos 44 minutos do segundo tempo, perdeu para o Oeste por 1 a 0, no estádio Frasqueirão, em Natal.

Superior durante os 90 minutos, o ABC acertou duas vezes a trave e exigiu pelo menos quatro grandes defesas de Paes, que saiu como o melhor jogador em campo. Por outro lado, a única bola que foi para o gol de Saulo acabou entrando. Com três pontos, o Oeste está entre os melhores colocados, enquanto que o time potiguar, sem pontuar, despencou na tabela de classificação.

Antes da partida começar, o técnico Roberto Cavalo avisou que o Oeste iria procurar segurar a pressão inicial do ABC para buscar mais o ataque no segundo tempo. E foi justamente isso que aconteceu. O time potiguar teve mais posse de bola e criou duas boas oportunidades.

O segundo tempo foi totalmente dominado pelo ABC, que acertou o travessão com Fabinho Alves e a trave com Ronaldo Mendes. Intransponível, o goleiro Paes fez mais duas boas defesas, sendo uma delas no puro reflexo, em cima da linha, após desvio de Bruno Luis. Aos 44 minutos, Júnior Negão foi derrubado por Erivélton dentro da área e o árbitro assinalou pênalti, convertido com categoria pelo atacante.

O ABC volta a campo na próxima sexta-feira contra o Criciúma, às 21 horas, no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC), pela segunda rodada. No sábado, o Oeste enfrenta o Vitória, às 16h30, no estádio José Liberatti, em Osasco (SP), onde vai mandar seus jogos porque o estádio dos Amaros, em Itápolis (SP), está interditado.

FICHA TÉCNICA

ABC 0 x 1 OESTE

ABC – Saulo; Reginaldo (Ronaldo Mendes), Sueliton, Maurício e Lima; Michel (Dedé), Fábio Bahia, Erivélton e Wellington Bruno (Bruno Luis); Fabinho Alves e Kayke. Técnico: Josué Teixeira.

OESTE – Paes; Zeca, Douglas Marques, Ligger e Fernandinho (Ivonaldo); Leandro Mello, Dionísio (Leleco), Wangler e Roger Gaúcho; Wagninho e Júnior Negão (Val Baiano). Técnico: Roberto Cavalo.

GOL – Júnior Negão (pênalti), aos 44 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Lima, Maurício e Saulo (ABC); Zeca, Roger Gaúcho, Fernandinho, Paes, Val Baiano e Leandro Mello (Oeste).

ÁRBITRO – Avelar Rodrigo da Silva (CE).

RENDA – R$ 28.535,00.

PÚBLICO – 719 pagantes (2.774 no total).

LOCAL – Estádio Frasqueirão, em Natal (RN).