A brasileira Joanna Maranhão não estava 100% neste domingo para disputar as eliminatórias dos 400 metros medley no Mundial de Esportes Aquáticos. Ainda abalada pela morte do avô materno, Joanna caiu na piscina do Foro Itálico, em Roma, em busca da vaga na final da prova, mas ficou longe de terminar o classificatório entre as oito melhores.

Com o tempo de 4m43s87, Joanna terminou apenas na 22.ª posição. Já a australiana Stephanie Rice, atual recordista mundial, correspondeu às expectativas e se classificou com a melhor marca, de 4m32s62. A norte-americana Elizabeth Beisel foi a segunda colocada, com o tempo de 4min34s80, seguida pela húngara Katinka Hosszu (4min35s15). Kirsty Coventry, do Zimbábue, foi a sétima melhor.

Antes das eliminatórias dos 400 metros medley, Joanna ficou sabendo da morte de seu avô na noite deste sábado. A família pretendia contar a triste notícia para a nadadora apenas após o Mundial, mas ela recebeu uma mensagem de celular de um primo distante e acabou descobrindo o falecimento.