A pouco menos de dez horas para que as equipes entrassem em campo pela 24.ª rodada do Campeonato Brasileiro, a CBF surpreendeu e adiou o confronto entre Joinville e Chapecoense. A partida, prevista para as 21 horas desta quarta-feira, foi remarcada para o dia seguinte, no mesmo horário.

A mudança, no entanto, não foi motivada pela CBF. Ela acatou um pedido da Chapecoense, que enfrentou muitas dificuldades para desembarcar sua delegação em Joinville. Devido ao pouco tempo hábil para a preparação da equipe, a entidade optou pelo adiamento emergencial.

“Modificação em caráter emergencial, tendo em vista atraso na chegada da delegação da Chapecoense em Joinville, gerando grande desgaste e inviabilizando uma preparação adequada para a partida nesta quarta-feira”, explicou a CBF em seu site oficial.

Os jogadores da Chapecoense deveriam embarcar às 15h15 da última terça-feira rumo a Florianópolis, de onde iriam de ônibus para Joinville. Os fortes ventos e a neblina em Chapecó, no entanto, fizeram com que o voo fosse cancelado.

O plano B tinha em vista um voo no início da noite para Campinas, onde os jogadores apanhariam um segundo avião direto pra Joinville. A chuva na cidade paulista causou um pequeno atraso na conexão, mas o pior estaria por vir. Um forte nevoeiro impediu o desembarque no norte de Santa Catarina, o que fez com que a delegação aterrissasse em Curitiba, para, somente então, seguir de ônibus até a sede da partida.