Pela mão direita, Maria Costa, 50, leva a lista de compras. Pela esquerda, puxa a cestinha de feira quase cheia pelos corredores do Mercado Municipal de Curitiba. Com a proximidade do Natal, ela antecipou a compra dos ingredientes da ceia. “Deixei só os alimentos frescos pra última hora. As frutas secas, nozes, castanhas e acompanhamentos, preferi garantir já”, afirma. Na casa dela o cardápio da ceia desse ano inclui uma peça de chester e o tradicional peru de natal, que serão acompanhados por arroz branco, salpicão de frango e uma salda fresca.

Assim como a dona Maria, muita gente prefere seguir a linha tradicional no jantar comemorativo e acaba optando pelos ingredientes “de sempre”: tender, pernil e aves em geral. Há, porém, quem invista no elemento surpresa e, ao invés de repetir os pratos de todos os anos, escolha opções diferenciadas para servir na noite de Natal. Para os que querem fugir do tradicional, opções de pratos com frutos do mar, ingredientes orgânicos ou livres de glúten são uma boa pedida.

Confira outras dicas de turismo em Curitiba e Região

Para encontrar tudo isso o curitibano sabe onde ir. A variedade de sabores, temperos e aromas do Mercado Municipal é tanta, que é difícil sair de lá sem comprar pelo menos uma guloseima. Para figurar entre os quitutes de final de ano, ingredientes típicos como nozes, frutas secas, queijos, salames e vinhos ainda são os favoritos do público. Pouca gente imagina, no entanto, que outros elementos nada relacionados às festas de dezembro também têm sido procurados. Um deles é o bacalhau, normalmente associado à páscoa. Segundo o lojista Claudemar Hernandes, o prato é clássico, podendo ser servido inclusive como opção principal na ceia de Natal, por exemplo.

Na loja do empresário, situada no piso térreo do mercado, o carro-chefe é o “Bacalhau da Noruega”, cujo sabor difere do peixe vendido nos supermercados. “O diferencial começa pela pesca. Esse bacalhau é pescado em linha e o processo de salga é totalmente livre de químicos. A carne é mais tenra e suculenta que a do peixe convencional. Uma ótima pedida para as refeições da temporada”, ressalta. Para dar uma mãozinha aos mestres-cucas de plantão neste fim de ano, ele sugere a receita “Bacalhau à Espanhola”, feito com batatas ao murro, chouriço, e bacalhau confitado em cama de sal grosso.

Paloma
Paloma Alberti é proprietária do açougue orgânico. Foto: Felipe Rosa.

Para quem busca opções mais leves, vale uma passadinha no setor de orgânicos, localizado no piso superior do Municipal. Na seção, frutas, verduras, legumes e até carnes, totalmente livres de agrotóxicos. Paloma Alberti é proprietária do açougue orgânico. Ela afirma que a técnica de criação do gado é o que faz o sabor da carne orgânica ser tão diferente, quando comparado ao da carne comum. “Os animais são criados em pastos sem qualquer adição de agrotóxicos ou adubos químicos. Além disso, eles não recebem quaisquer medicamentos alopáticos, vermífugos ou hormônios. O pré-abate é feito de uma forma que o animal não se sente estressado, e tudo isso resulta numa carne macia de sabor totalmente diferente”, explica. No estabelecimento, um quilo de patinho sai por R$39,50 – um pouco mais caro que nos supermercados. Segundo Pamela, o valor compensa. “O consumidor de carne orgânica não está optando somente por produtos mais saudáveis, mas também contribuindo para o desenvolvimento sustentável e cuidando melhor da família e do planeta”, ressalta.

Outra boa pedida para quem procura componentes mais saudáveis para a mesa de fim de ano são os alimentos livres de glúten. Panetones, pães de mel, bolachinhas e massas variadas estão entre as opções saborosas e menos calóricas à venda. Para se ter uma ideia, uma fatia de panetone sem glúten tem em média 70 calorias, enquanto o convencional tem 300. No Municipal a guloseima sai por R$22.

Foto: Felipe Rosa.
Foto: Felipe Rosa.

Além dos produtos especiais, o Mercado Municipal conta com uma programação diferenciada neste Natal. Desde o dia 01, workshops de culinária são promovidos gratuitamente no espaço, para dar ideias de preparo das refeições natalinas. Entre as oficinas, a “Delícias e Doçuras de Natal Para Presentear Quem Você Ama”, vai ensinar a confeitar bolinhos, cupcakes, bolachas e outras gostosuras com temas festivos. Sob comando da chef pâtisserie Ana Paula Cruz, o mini curso serve tanto para quem quer saborear, quanto para quem quer preparar as delícias. “A ideia é ensinar a presentear com amor. Quando você mesmo produz o presente, a pessoa que o recebe se sente amada e especial”, afirma. Assim como todas as oficinas, o workshop é gratuito e aberto para públicos de todas as idades.

Outras ações especiais no Municipal incluem as visitas do Papai Noel, que acontecem às sextas, sábados e domingos, das 11h às 13h, até o dia 17 de dezembro. E para não deixar ninguém na mão na hora das compras, o estabelecimento funcionará em horários estendidos dos dias 21 a 24.

Confira a programação de Natal completa do Mercado Municipal no site: http://mercadomunicipaldecuritiba.com.br/natal-do-mercado-municipal/