enkontra.com
Fechar busca

Publicidade

São José dos Pinhais

Polônia é aqui!

Na Casa da Cultura Polonesa é possível voltar na história dos antepassados de famílias que residem na Colônia Murici. Fotos: Paulo Lisbôa
Samuel Bittencourt
Escrito por Samuel Bittencourt
Na Casa da Cultura Polonesa é possível voltar na história dos antepassados de famílias que residem na Colônia Murici. Fotos: Paulo Lisbôa

Na Casa da Cultura Polonesa é possível voltar na história dos antepassados de famílias que residem na Colônia Murici. Fotos: Paulo Lisbôa

Na rota de turismo rural Caminho das Colônias, quem vai a São José dos Pinhais encontra a Colônia Murici, uma das mais tradicionais da região, que conta por toda sua paisagem um pouco da história da colonização polonesa na cidade. Na Casa da Cultura Polonesa, uma das paradas obrigatórias, já logo no início do roteiro, é possível se deparar com uma verdadeira remontagem dos tempos vividos pelos antepassados das muitas famílias que residem na colônia.

Como mostramos na Tribuna Regional São José dos Pinhais, o espaço está com novas peças expostas após a reabertura ao público ocorrida no último dia 19. É o único lugar da região dedicado a contar a história da imigração na cidade. “Recebemos muitas ferramentas que contam como era feita toda a plantação e a colheita por nossos avós”, conta a responsável pela casa, Cecilia Holtman.

Todo acervo é composto por doações da comunidade.

Todo acervo é composto por doações da comunidade.

O acervo do espaço é composto por doações da comunidade. “Todos os objetos, desde a cozinha e os utensílios domésticos até os trajes típicos e livros foram doados por moradores, vizinhos nossos”, conta. De acordo com Cecilia, o espaço desempenha uma importante função de preservar a memória da população local. “A maioria das pessoas da colônia, hoje, não fala mais polonês. Alguns nem lembram mais de como era a vida naquela época”, diz.

Visitantes podem conhecer objetos, trajes típicos e livros.

Visitantes podem conhecer objetos, trajes típicos e livros.

A ligação de São José dos Pinhais com a Polônia é tão forte que em 2006 ela passou a ser considerada cidade-irmã de Posna, ou Poznan em polonês. Cecilia lembra ainda que a comunidade que hoje habita a Colônia Murici integrou a terceira onda de imigrantes do Paraná, no ano de 1878. “Tentamos preservar neste espaço esse passado para quem pode vir até nós. Para quem não conseguir também nos apresentamos com danças através de nosso grupo folclórico”, revela.

Cecilia: maioria não fala polonês.

Cecilia: maioria não fala polonês.

Outras atrações

Logo ao lado da Casa da Cultura Polonesa está a antiga Igreja Murici utilizada pelos colonos. Mas além da cultura polonesa, quem visita o roteiro das colônias também pode ficar preparado para se deliciar com os cafés coloniais e vinícolas espalhados pelas antigas trilhas. Outra opção está nos pesque-pague da região.

Serviço

Localizado a 30 km de Curitiba, o Caminho das Colônias é acessado pela Alameda Arpo, em São José dos Pinhais, passando por baixo do viaduto da BR-277, e entrando pela Rua Doutor Murici, que leva o mesmo nome da colônia.

 

Sobre o autor

Samuel Bittencourt

Samuel Bittencourt

Samuel tem 27 anos e é jornalista na editoria dia-a-dia, E-mail: samuelb@tribunadoparana.com.br Twitter: @_Osamuel

Deixe um comentário

avatar

12 Comentários em "Polônia é aqui!"


Lauro
3 anos 8 meses atrás

Parabenizo pela excelente matéria mostrando a etnia da Cultura Polonesa.
Bem que poderia ter mais matérias iguais a essa informativa.
Pois em São José dos Pinhais e muitos outros lugares do Brasil.
Sempre Fizeram Grande confusão com essas Culturas, Etnias a POLONESA e UCRANIANA.
Chamando Ucraniano de Polaco, coisa que não são.
São totalmente diferentes tanto no idioma, cultura etc.
A mesma confusão que fazem no Brasil com descendentes ÁRABES,
Chamando-os Árabes de TURCOS… Quais não são.
Isso seria a mesma coisa chamar um Brasileiro de Paraguaio ou Argentino.

Antonio Almeida Diniz
Antonio Almeida Diniz
3 anos 8 meses atrás

Para quem entende um mínimo de religião, basta entender Mateus 7, ( Não julgar para não ser julgado) que sirva ao senhor Rogério, e que aprenda no mínimo a respeitar a crença dos outros.
O museu é rico em informações sobre a cultura polonesa, costumes e tantas outras coisas interessantes que seguramente ajudaram e ajudam muito ao Brasil.

valdir
valdir
2 anos 8 meses atrás

façam- se minhas palavras

fernando rocha
fernando rocha
3 anos 8 meses atrás

O museu é sobre a cultura polonesa sobre as tradições, folclores e o sul do Brasil se tornou próspero graças aos imigrantes europeus, italianos, alemães entre outros, quanto a religião, cada um segue a crença que quiser, ninguém é obrigado a gostar de nada, existe uma coisa chamada respeito. Por isso Rogério se você não gostou da crença dos poloneses como fala a reportagem não discuta religião, fique calado que é mais bonito

Iran Silveira Macagnani
3 anos 8 meses atrás
FICO MUITO FELIZ com esse espaço destinado à rica cultura polonesa. Mesmo não sendo descendente de poloneses, convivi por três anos na Colonia Murici, onde trabalhava no posto avançado do Banco do Brasil, justamente no local onde se encontra hoje o Museu. Na época, também funcionava um posto de saúde, com médico e dentista. Tive a surpresa e a grata satisfação, na época (1993) de encontrar no andar superior uma parede falsa, onde encontrava-se esquecido vários objetos pertencentes às Irmãs (Ali antigamente e inicialmente era um convento), além de quadros com lindas pinturas. Todos bem empoeirados e que foram repassados… Leia mais »
Paulo Cesar szabileski
Paulo Cesar szabileski
3 anos 8 meses atrás

Parabéns ao museu, e tem que sim que mostrar nossos Santos de devoção, não de adoração. Pessoas sem conhecimento e de seitas temporárias, falam besteiras.
Nós descendentes de Poloneses, temos orgulho de nossas crenças e cultura.

rogério
3 anos 8 meses atrás

nao acho nada bonito fica com adoracao a idolo santo feito a mao de homen sao mudo nao sabe nada.Nos temos que adorar somente o senhor Deus criador do ceu e da terra e tambem do homen

valdir
valdir
2 anos 8 meses atrás

desculpe, mas a intenção de matéria do nobre era mostrar como é a colonia , mostrando os costumes de seu (meu ) povo… A minha religião prega que devemos respeitar a opinião alheia. Para tanto a Polônia apesar de cristã é considerada o pais mais tolerante quanto a religião de toda europa. Caso a sua religião pregue a ofensa me desculpe , o faça entre os seus pares…

Ernesto antônio Rossi
Ernesto antônio Rossi
3 anos 8 meses atrás

Cada um com sua crença.
O Brasil é um país onde ainda há respeito à liberdade religiosa.
Se não agrada a pluralidade e o respeito, acesse apenas sites de sua crença, assim não haverá conflitos.
Respeito se consegue com respeito.

Peter Wolf
Peter Wolf
3 anos 8 meses atrás

(…) A matéria em questão trata da cultura polonesa no Brasil , etnia que como tantas outras fizeram e fazem a história tão rica e bonita de nossa nação . Antes de escrever qualquer coisa pense antes, guarde para você sua opinião pois vivemos em um país onde garante liberdade religiosa. (…)

Polska
Polska
3 anos 8 meses atrás

Rogério, se você não achou bonito ou não gostou basta sair da página e procurar coisas do seu interesse. Você não está acima de ninguém para criticar a cultura e a religiosidade de pessoas que ajudaram a construir o nosso estado.

Parabéns aos imigrantes Poloneses, Alemães, Italianos e outros mais, que derramaram suor e sangue para criar uma identidade própria ao SUL do Brasil.

Angelo
Angelo
3 anos 8 meses atrás

Rogério, cada um tem a sua religião, por favor não vamos discutir o que cada um crê ou deixa de acreditar.

wpDiscuz
(41) 9683-9504