Publicidade

Santa Felicidade São Braz

Avenida do medo

Magaléa Mazziotti
Escrito por Magaléa Mazziotti

Câmeras de monitoramento como solução para inibir a ação dos bandidos. Na Avenida Toaldo Túlio, que atravessa os bairros São Braz e Santa Felicidade, a solução divide opiniões, embora a sensação de insegurança tenha tomado conta da rotina de moradores e comerciantes da região. “Seria bom instalar, mas é indispensável ter mais policiamento, porque eles fazem os assaltos à mão armada em plena luz do dia”, afirma o comerciante Márcio Silva, 38 anos.

Márcio pede mais policiamento. Foto: Gerson Klaina.
Márcio pede mais policiamento. Foto: Gerson Klaina.

O comerciante Luciano Ambroziak, 38, acredita que o ideal é aumentar o número de policiais pela rua. “Hoje os bandidos não têm mais medo de nada, não sei se as câmeras vão mudar essa realidade, o melhor seria ver mais policiais circulando por aqui”, comenta.

Segundo a Guarda Municipal de Curitiba, o processo de licitação para aquisição dos equipamentos está em fase final. Por causa da reformulação do sistema de videomonitoramento, que integra as câmeras de vigilância nas vias públicas ao Centro de Controle Operacional (CCO), que fica na rodoferroviária, essa ação envolve também a utilização de fibras, instalação das câmeras e o funcionamento das conexões que possibilitam o gerenciamento das imagens. Por isso, a previsão da GM é de poder contar com essas câmeras em funcionamento nos próximos meses.

Leia mais sobre São Braz e Santa Felicidada

Sobre o autor

Magaléa Mazziotti

Magaléa Mazziotti

Magaléa é jornalista desde 2001, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. E-mail: magaleam@tribunadoparana.com.br Twitter: @Maga_M

(41) 9683-9504