Homem de 71 anos sai pra tomar um café e desaparece. Família deseperada!

Publicidade

Curitiba Litoral

Família procura por idoso que desapareceu em Shangri-lá, no litoral do Paraná

Um morador de Balneário Shangri-lá, em Pontal do Paraná, no litoral paranaense, segue desaparecido desde o início da manhã de terça-feira (15), quando foi visto tomando um cafezinho no quintal de casa. A família, que registrou um boletim de ocorrência na Delegacia da Polícia Civil de Pontal do Paraná, busca por notícias de Wilson Carneiro, de 71 anos.

Wilson foi visto pela última vez com camiseta camuflada, bermuda preta e chinelo de dedo azul escuro. Ele pesa aproximadamente 77 Kg, e tem 1,65 de altura. É pardo (bronzeado), barba feita, cabelos curtos e brancos. O umbigo saltado por causa de uma hérnia é uma das características físicas dele.

LEIA MAIS Tribuna lança árvore de Natal solidária. Veja como adotar uma cartinha

“Ele é todo certinho e não deixaria a minha mãe no estado que está, ele não iria nos deixar assim. A minha tia é muito apegada, ela tem pressão alta e está desesperada. Quero encontrar meu pai. Ele é muito responsável e em sã consciência não faria isso”, revela a fila de Wilson, Luciene Carneiro.

Amigos e familiares ajudam na busca por Wilson e acreditam que irão encontrá-lo bem, mas pedem para que as pessoas ajudem a compartilhar a informação do desaparecimento, para que possa alcançar um maior número de pessoas. “Tem muitas pessoas ajudando e, por isso temos fé esperança. Ele pode ter tomado chuva, não sabemos o que aconteceu. Quero que meu pai volte, peço que olhem para as pessoas, porque ele pode estar na rua em qualquer lugar. Compartilhem, liguem, avisem, por favor,” pede Luciene.  

Pico de estresse

Wilson é funcionário público aposentado e tinha o sonho de morar na praia. Saiu de Curitiba onde morou toda a vida e colocou em prática a realização do sonho há cerca de seis anos com a esposa e a filha. Há quase oito meses, um problema de saúde na esposa, logo após o início da pandemia, afetou a família. Na terça-feira, por volta das 10h, Carneiro pegou um cafezinho e saiu para o quintal da casa, desde então nunca mais foi visto.

No quintal da casa, apenas a xícara em cima do muro do vizinho, o que leva a crer que o idoso tenha pulado a mureta e saído sem rumo. Para a família, o desaparecimento pode ter sido motivado por um pico de estresse, mas o medo toma conta, já ele é muito responsável e não sairia de casa sem avisá-los.

“Ele é brincalhão, engraçado, todos gostam dele. Ontem, minha tia sentiu falta depois que ele pegou o café e saiu atrás de casa. A xícara estava no muro e acreditamos que ele tenha pulado, caso contrário, teríamos ouvido o portão abrir e visto ele sair. Com tudo o que está acontecendo, estamos todos estressados. Ele toma medicamentos, estamos muito preocupados, pois não sabemos o que aconteceu”, desabafa a filha de Wilson.

A família já procurou pelo idoso em UPAs, hospitais, Corpo de Bombeiros e até registrou um boletim de ocorrência na delegacia. De acordo com a filha, o marido também ajuda na procura e chegaram a ir até Paranaguá em busca por Wilson, que saiu sem documento, sem dinheiro e sem máscara.

Quem tiver informações sobre o paradeiro deste homem, pode entrar em contato com a família pelo telefone: (41) 99157-3904.

Sobre o autor

Avatar

Rodrigo Guilherme Cunha

(41) 9683-9504