A noite do último dia 22 foi regada a vinhos da afamada vinícola chilena Undurraga, trazidos pela importadora Inovini, por meio de sua representante local, Ana Paula Bergamaschi.

Para abrilhantar ainda mais a apresentação, além dos belíssimos pratos da Pantucci Trattoria, veio diretamente do vale do Maipo, o enólogo Nicolas Farias que, falando um portunhol muito bem compreensível, passou a realizar uma degustação sequencial de vinhos modernos elaborados pela Undurraga.

Os sortudos a testarem o portifólio foram os Cavaleiros do Tastevin e seus convidados especiais.
A noite iniciou-se com um refrescante e mineral Sauvignon Blanc, delicado e complexo, do novo projeto intitulado T.H. (Terroir Hunter).

Seguimos com um belíssimo Pinot Noir, elaborado em Leyda, igualmente delicado e perfeitamente equilibrado… o resultado foi uma boa mescla entre os vinhos elaborados na Borgonha-FRA e Oregon-EUA. Restou, no retrogosto, uma balinha de frutas vermelhas, sem qualquer indício de amargor, o que é um grande mérito para os Pinot Noir proveniente da América do Sul.

Depois veio um Carignan 100%, que conseguiu manter-se equilibrado e macio, já que é mais propício a cortes em razão de sua intensidade e caráter mais apimentado, uma bela surpresa.

No ápice, após uma boa aeração em decanter, o Founder´s Collection Cabernet Sauvignon destacou-se como a estrela da noite, com toda a sua exuberância, profundidade e complexidade. Intenso e de longa  persistência, deixava a cada taça, uma lembrança agradabilíssima.

Foto: Waldick Garret
Foto: Waldick Garret

Por fim, foi com um Late Harvest Reserva Especial que fechamos a noite, com dulçor na medida certa e um excelente custo versus benefício, apresentou toques de casca de laranja, mel e especiarias.

Para aqueles que preferem os vinhos europeus, como é o caso da nossa confraria, existem essas belas surpresas, que provam cada vez mais aos incrédulos, que o mundo do vinho deve ser explorado sem preconceitos. Parabéns à Undurraga, que tem elaborado vinhos muito bem equilibrados,  prontos e sem exageros, com boa complexidade e, principalmente, sem mascaramentos.

Sugiro ao leitor, conhecer os vinhos modernos da vinícula Undurraga.

Cheers!

Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Instagram Compartilhe no Twitter Compartilhe a Tribuna