A noite do último dia 22 foi regada a vinhos da afamada vinícola chilena Undurraga, trazidos pela importadora Inovini, por meio de sua representante local, Ana Paula Bergamaschi.

Para abrilhantar ainda mais a apresentação, além dos belíssimos pratos da Pantucci Trattoria, veio diretamente do vale do Maipo, o enólogo Nicolas Farias que, falando um portunhol muito bem compreensível, passou a realizar uma degustação sequencial de vinhos modernos elaborados pela Undurraga.

Os sortudos a testarem o portifólio foram os Cavaleiros do Tastevin e seus convidados especiais.
A noite iniciou-se com um refrescante e mineral Sauvignon Blanc, delicado e complexo, do novo projeto intitulado T.H. (Terroir Hunter).

Seguimos com um belíssimo Pinot Noir, elaborado em Leyda, igualmente delicado e perfeitamente equilibrado… o resultado foi uma boa mescla entre os vinhos elaborados na Borgonha-FRA e Oregon-EUA. Restou, no retrogosto, uma balinha de frutas vermelhas, sem qualquer indício de amargor, o que é um grande mérito para os Pinot Noir proveniente da América do Sul.

Depois veio um Carignan 100%, que conseguiu manter-se equilibrado e macio, já que é mais propício a cortes em razão de sua intensidade e caráter mais apimentado, uma bela surpresa.

No ápice, após uma boa aeração em decanter, o Founder´s Collection Cabernet Sauvignon destacou-se como a estrela da noite, com toda a sua exuberância, profundidade e complexidade. Intenso e de longa  persistência, deixava a cada taça, uma lembrança agradabilíssima.

Foto: Waldick Garret
Foto: Waldick Garret

Por fim, foi com um Late Harvest Reserva Especial que fechamos a noite, com dulçor na medida certa e um excelente custo versus benefício, apresentou toques de casca de laranja, mel e especiarias.

Para aqueles que preferem os vinhos europeus, como é o caso da nossa confraria, existem essas belas surpresas, que provam cada vez mais aos incrédulos, que o mundo do vinho deve ser explorado sem preconceitos. Parabéns à Undurraga, que tem elaborado vinhos muito bem equilibrados,  prontos e sem exageros, com boa complexidade e, principalmente, sem mascaramentos.

Sugiro ao leitor, conhecer os vinhos modernos da vinícula Undurraga.

Cheers!