Como diz a música do saudoso Raul Seixas, “ói, ói o trem, vem surgindo de trás das montanhas azuis, olha o trem. ói, ói o trem, vem trazendo de longe as cinzas do velho éon. ói, já é vem, fumegando, apitando, chamando os que sabem do trem…” Pois é, tem gente que não ouve, não vê e até acha que é mais rápido que o trem. O fotográfo Átila Alberti fez esta foto durante a cobertura de um acidente com o trem, ontem à tarde, no Cajuru. A imagem mostra que o simples ato de cruzar uma linha férrea pode se transformar numa ação altamente perigosa. Por isso, minha gente, vamos prestar mais atenção, “pois o trem está chegando!”

Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Instagram Compartilhe no Twitter Compartilhe a Tribuna