Estão ficando cada vez mais comuns as lojas de varejo que oferecem cartões próprios, os chamados “private label“. Normalmente, tais cartões servem para compras efetuadas na própria loja e alguns oferecem vantagens como condições de pagamento diferenciadas, com parcelamentos mais extensos e descontos maiores.

CONFIRA TAMBÉM: Num estacionamento, o preço da hora para motos e carros não deveria ser diferente?

Os cartões próprios são usualmente oferecidos pelos vendedores, mas nem sempre as informações passadas por eles correspondem, de fato, às condições para utilização desses meios de pagamento.

Pressionados pelas empresas, os vendedores acabam sonegando informações importantes como eventuais cobranças de tarifas ou outras despesas. Outras vezes, mais do que sonegar, afirmam que a não utilização dos cartões gera o seu cancelamento automático, sem nenhum ônus, o que pode não ser verdade.

LEIA MAIS: Estabelecimentos são obrigados a receber por cartões de débito e crédito?

E, claro, cabe ao consumidor ler com atenção todos os documentos que assina e mais do que isso, exigir, se houver alguma promessa, que a mesma seja feita por escrito.