Tuitada

Já fiz cada coisa maluca, já vivi tanta parada esquisita, que se eu falar procêis, acho que ninguém mais fala comigo.

Piadas

Treta antiga

Um argentino chegou na rodoviária em Porto Alegre e pediu uma informação:
– Oye! Donde tiene un autocarro pra ir hasta la estación pra apanhar un comboyo para Caxias?
– Aqui não chamamos autocarro, chamamos Ônibus.
– OK. Entonces como apanho o ônibus pra ir hasta la estación y apanhar o comboio?
– Aqui não chamamos estación, chamamos ferroviária.
– Muy bien. Entonces, onde tem o ônibus pra ir até à ferroviária e apanhar o comboio?
– Aqui não chamamos comboio, chamamos trem.
– Caramba! Entonces, my hermano, como apanho o ônibus pra ir a ferroviária para apanhar o trem?
– Aqui não dizemos apanhar, mas sim, pegar.
– Carajo, me dejas de bromas? Muy bien, como pego o ônibus pra ir à ferroviária para pegar o trem?
– Não precisa ir, é aqui mesmo…
– Joda! Hay que preguntar: Como é que ustedes llaman ‘hijo de la p***’ acá em Porto Alegre?
– Não chamamos. Eles vêm da Argentina sem ninguém chamar.

Abraço do Darta

Hoje tem creme brulé com baunilhas da Antuérpia, na casa do Luiz Augusto Xavier. Também é festa na casa do Kelvin Rodakevicz e da dona Nair Natel Senakevicz. No sábado é aniversário do Luciano Busato e do Júlio César Ruthes. Parabéns