Em uma movimentada sexta-feira, bem na hora do rush, uma perua de lotação atropela um pobre padre que atravessava a rua.
Duas pessoas morrem: o motorista da lotação e o padre e, dentro de alguns instantes, eles estão na porta do céu.
— Pode entrar! — diz São Pedro, para o motorista de lotação.
— E eu? — pergunta o padre, indignado.
— Você vai ter que esperar alguns dias no purgatório — diz o porteiro do paraíso — Ainda vamos decidir se você vai entrar no céu ou não!
— Mas como assim? — diz o padre, fora de si — Eu passo a minha vida inteira rezando, indo à igreja todos os domingos, pregando o evangelho na minha paróquia e sou mandado pro purgatório?
— Enquanto este homem, motorista de lotação, que dirige feito louco nas ruas, chega no céu e vai logo entrando? Deve haver algum engano!
— Não há engano algum! — esclarece São Pedro — Acontece que agora, aqui no céu, nós estamos trabalhando com resultados, como vocês fazem na Terra…
— Resultados? E por acaso a vida deste homem trouxe mais resultados do que a minha vida de padre?
— Acompanhe meu raciocínio — diz São Pedro, muito paciente — Enquanto você rezava as suas missas, os fiéis dormiam, mas enquanto este homem dirigia a sua perua de lotação, as pessoas rezavam, fervorosas! Questão de resultado!


Abraço do Darta

Abração de hoje vai pro Célio Martins e pro Carlos Verçosa, que comemoram mais um ano de vida. Parabéns e mutias felicidades!


Tuitada

Eu evito ser babaca. A concorrência é grande demais.


Isso é amor


Caminhão de mudança

Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Instagram Compartilhe no Twitter Compartilhe a Tribuna