O sujeito tinha um galinheiro no quintal e cuidava com todo carinho da sua criação. Cedinho catava os ovos e mostrava aos vizinhos, cheio de orgulho, suas belas galinhas. Tudo corria bem, até que um vizinho novo se mudou e tinha um papagaio de estimação, que era criado fora da gaiola.
O danado do papagaio logo descobriu o galinheiro e suas “beldades”. E começou a invadir o “estabelecimento” para dar um trato nas galinhas. O dono do galinheiro começou a perceber a mudança no comportamento das galinhas e ficou de tocaia para saber o que estava acontecendo de diferente. Não demorou muito e ele flagrou o papagaio traçando suas galinhas.
Resolveu dar uma lição no bicho e instalou um fio elétrico bem na entrada do galinheiro e desemcapado. Novamente montou uma tocaia e ficou esperando. Quando o papagaio apareceu, não desconfiou de nada. Assim que pousou no fio desemcapado, tomou um baita choque. Com as penas chamuscadas e saindo uma fumacinha da cabeça, o papagaio estufou o peito e disse:
– Com o tesão que estou hoje, traço até o galo!

Abraço do Darta

Abração de hoje vai pra Deborah Magalhães, que comemora mais um ano de vida. Parabéns e muitas felicidades!

Tuitada

Preciso de um dublê para fazer as partes mais difíceis da minha vida, como: acordar cedo, trabalhar e pagar as contas.

Negócio da China

tribo1

Viva a barriga!

tribo2

 

 

Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Facebook Compartilhe no Instagram Compartilhe no Twitter Compartilhe a Tribuna