Depois da animação Super Drags, mais uma produção brasileira da Netflix gera polêmica e é motivo de boicote. Trata-se do novo especial do Porta dos Fundos, a comédia A Primeira Tentação de Cristo.

Diversos religiosos estão promovendo boicote ao serviço de streaming, por incitar que Jesus Cristo teve uma relação homoafetiva quando estava no deserto e sugerindo um triangulo amoroso entre José, Maria e Deus.

LEIA MAIS: Crítica do filme “A Primeira Tentação de Cristo”

Segundo o portal religioso Pleno News, o vice-presidente da União dos Juristas Católicos de São Paulo (UJUCASP) e advogado Paulo Henrique Cremoneze alega que o filme traz atos blasfemos à liberdade religiosa. “A atitude do Porta dos Fundos fere a liberdade religiosa e deforma profundamente o autêntico conceito de arte. Os cristãos de todas as confissões devem se unir em defesa dos valores fundamentais da fé e expor seu veemente repúdio ao filme, ao Porta dos Fundos e a própria Netflix”, disse Cremoneze pedindo para que todos cristãos boicotem a plataforma de vídeo sob demanda e demais empresas que têm os humoristas como garotos propagandas.

Políticos e religiosos utilizaram as redes sociais para demonstrar a insatisfação com a produção. Entre eles está o deputado federal Marco Feliciano, que já processou o grupo de comediantes anos atrás, pede que “está na hora de uma ação conjunta das igrejas e pessoas de bem para dar um basta nisso”.

O ator Carlos Vereza também demonstrou indignação com o especial. Em seu perfil do Facebook o artista global chama os integrantes do Porta dos Fundos de “idiotas pretensiosos” e considera a obra deles como um “trash- refuse-pornô”.

Porta dos Fundos. Vocês são lamentáveis como viventes.Embora Jesus não precise de defesa, principalmente a minha, vocês…

Posted by Carlos Vereza on Friday, December 6, 2019

Já o bispo da Igreja Católica Dom Henrique Soares da Costa publicou em seu perfil do Facebook que chegou a cancelar sua assinatura da Netflix, após o lançamento da obra. Ele considera o especial “blasfemo, vulgar e desrespeitoso para com o nosso Deus e Senhor Jesus Cristo”.

Sem Netflix:um simples e belo presente para o Deus nascido da Virgem Eu era assinante da Netflix. Nesta semana,…

Posted by Dom Henrique Soares da Costa on Saturday, December 7, 2019

Uma petição online já conta com mais de 300 mil assinaturas contra a exibição do filme.

O Especial de Natal do Porta dos Fundos estreou no dia 3 de dezembro. É a segunda vez que o grupo de comediante produz filme com a Netflix, o primeiro acontece no ano passado e se chama Se Beber, Não Ceie.