Ah, sim! Nesse assunto eu sou craque. Já perdi as contas de quantas vezes peguei um “busão” pra ir visitar minha família no interior do estado do Rio Grande do Sul. E, desta vez, não será diferente. Lá vou eu me aventurar durante umas 20 e poucas horinhas. E claro que não estou sozinha nessa empreitada. Durante o período de festas o movimento da rodoviária, apesar dos pesares, irá aumentar. Tem gente indo para tudo que é canto, mas o fluxo principal deverá ser para o interior do estado do Paraná.

Bom, durante estes anos de estrada, algumas coisas eu aprendi e quero compartilhar com vocês para que tenham uma viagem mais “susse”. Se liga aí!

1- Comprar e retirar passagem com antecedência.
Isso evita que você fique em filas enormes e se atrase ou perca o ônibus.

Veja mais:
Fuja do estresse da rodoviária! Veja como comprar passagem online

2- Escolha uma poltrona que não seja próxima ao sanitário.
Puts, na minha opinião, uma das principais dicas. Cara, vou te contar, ninguém merece ficar um tempão sentindo “vudum”. E assim, se a viagem é longa é algo inevitável, pois bastante gente precisa em algum momento nem que seja fazer o número “1”. Aí pense, 40 pessoas fazendo isso…vai por mim, sentar mais pra frente até facilita você descer mais rápido em alguma parada.

3- Faça um check list do que precisa levar.
Esquecer de levar o presente que você comprou para um parente seria tenso . Então, não custa fazer uma listinha básica para ajudar. Ainda mais que nessas horas fazemos tudo correndo e coisas assim acabam por acontecer.

4- Evite pegar trânsito no caminho para rodoviária.
Ou seja, saia mais cedo de casa. Tente fazer um caminho mais alternativo ou até mesmo utilize o transporte coletivo da cidade (ônibus). Afinal, precisamos chegar tranquilos e no horário.

5- Leve documento.
imprescindível para você embarcar.

6- Guarde o ticket da bagagem.
Outro ponto importante. Para pegar a mala ao descer do ônibus, normalmente é pedido o canhoto que consta o mesmo número colocado na tua bagagem. Mais fácil de comprovar e saber que aquela mala pertence a você mesmo.

7- Leve um travesseiro e algo para se cobrir.
Acho que esta dica é apropriada pra quem vai para mais longe e gosta de dormir (como eu) no ônibus. Pra falar a verdade eu ‘capoto’ mesmo e não gosto de passar frio. Ok, estamos no verão, mas pra quem já fez algumas viagens maiores, vai me entender e concordar comigo. O ar condicionado nunca fica bem regulado, ou tu congela ou passa calor. Na dúvida, frio eu não passo!

8- Leve coisas leves para comer e água.
Mais uma daquelas pra quem curte ficar bem de boa durante a viagem. Sei lá, mas os ônibus nunca param no mesmo momento em que eu sinto fome ou sede. E estar hidratado durante a viagem é super importante. Acredito que uma garrafa de água e umas barrinhas de cereal já garantem.

9- Revista e livros.
Se vai sozinho é um bom entretenimento e assim o tempo passa mais rápido. Às vezes, levar uma revista em vez de livro é melhor se você preferir ler uma matéria ou outra sem precisar dar continuidade num texto muito longo. Porém, um bom livro é sempre um ótimo companheiro de viagem.

10- Cuidado com o tempo das paradas.
O motorista diz: 30 min para o café ou 1 hora para o almoço. Então, você sai dar uma olhada no jornal ou vai escovar o dente e na volta… cadê o ônibus? É comum que o motorista retorne ao ônibus e faça a contagem para conferir se esta todo mundo lá. E também, é comum que ele espere um atrasado. Enfim, melhor não arriscar ficar sem transporte e nem ser o “mala” que deixou todo mundo esperando para seguir viagem.

11- Guarde o número do seu ôn,ibus e lembre-se das pessoas.
Nossa, o que já vi de gente estranha entrando no ônibus que eu estava por engano, “não está no script”. E o pior que é bem fácil de confundir, pois nas paradas vários ônibus da mesma empresa se encontram. Bueno, pra você não ficar se sentindo um peixe fora d’água, procura ver quem sentou perto de ti e para onde esta pessoa vai voltar. Ou o mais prático, dá uma olhada na placa do ônibus no qual esta viajando.

12- Tenha paciência.
É, nem tudo é perfeito e imprevistos acontecem, portanto tenha paciência. Não adianta, se o ônibus “quebrar”, se o trânsito estiver sinistro ou alguém roncar do teu lado, ficar de cara não vai resolver. Converse, pergunte o que está acontecendo, entenda e tenha em mente que ao chegar ao teu destino, tudo terá valido a pena. 

Eita, quase esqueci! Comunicação é tudo. Não esqueça de deixar o carregador de celular a mão. Sabe como é, whats, fotos e é claro, ligar para dizer que está chegando.

Pronto, agora você já se tornou um expert em viagens de ônibus. Bora lá?