enkontra.com
Fechar busca

BLOGS

Paula Weidlich

Mania Animal

Paula Weidlich

Dicas sobre o mundo PET e divulgação sobre feiras de adoção de cães e gatos

Cocô de cachorro: qual é o destino correto?

  • Por Paula Weidlich
A destinação correta do cocô de cachorro costuma ser um assunto polêmico. Foto: Fotomontagem/Istock

Pelos gramados dos parques e ruas da cidade é fácil dar de cara com diversos “montes” de cocôs de cachorro, “esquecidos” pelos tutores mais descuidados ou pelas pessoas sem educação. E não para por aí, sacolinhas com as fezes dos animais também são deixadas nas lixeiras de muitas casas, gerando reclamações e até brigas entre o pessoal da vizinhança. Mas afinal, qual deve ser a destinação correta para os cocôs dos cães? E o que acontece com quem não recolhe a sujeira feita pelos pets?

– Seu cachorro come grama? Saiba o que causa este comportamento!

De acordo com o diretor do Departamento de Limpeza Pública da Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Curitiba, Julio Cesar Rodas, “o dono do cão deve recolher os dejetos do animal da grama ou calçada em locais públicos. Para fazer o descarte, deve usar utilizar um saco plástico e destinar o material para a coleta do lixo comum em seu lixo doméstico, ou nas lixeiras espalhadas pela cidade”, orienta.

Rodas ainda explica que quem não recolhe e não encaminha as fezes dos cães para serem recolhidas pelo caminhão de lixo pode ser advertido ou até, receber uma multa. “De acordo com o decreto 643/2001, que regulamenta o artigo 6º da lei 7833/91, infratores são advertidos verbalmente a recolherem as fezes e podem ser multados em caso de desobediência”.

Em locais públicos, os dejetos são recolhidos pelos varredores que prestam serviço para a prefeitura.

Proibido cercar

No caso de prédios e residências, a fato de ter sua lixeira usada por outras pessoas para o descarte dos dejetos não permite que o espaço seja modificado, para impedir que as sacolinhas com cocô sejam deixadas no local.

– Conheça as cinco raças de cachorro preferidas pelos brasileiros

“Não é permitido que se cerque a área pública (espaço que fica para fora do portão do imóvel) para este ou qualquer outro fim. Mas os moradores devem denunciar via 156 sempre que acharem necessário. A denúncia deve ser o mais completa possível para identificação do infrator”, diz o diretor.

Riscos

Se permanecerem nos jardins ou áreas publicas, os dejetos podem trazer riscos para a saúde das pessoas, como esclarece a veterinária da Rede de Proteção Animal da Prefeitura de Curitiba, Dirciane Floeter. “A urina pode transmitir leptospirose e as fezes podem conter parasitas diversos, transmissíveis pra outros animais e também para os seres humanos”.

Não esqueça o vermífugo e proteja seu cachorro de parasitas e doenças!

Então fica a dica, curta os passeios com seu “melhor amigo” e não esqueça recolher a sujeira feita por ele. Leve sua sacolinha e depois descarte em uma lixeira, de preferência, na da sua casa!
Quer contar uma história com seu pet, sugerir um tema ou publicar a foto de um animal disponível para adoção? Escreva pra gente: animal@tribunadoparana.com.br 

E a agenda com os eventos pet friendly e de adoção animal você confere no site da Tribuna!

Adoção responsável

Adoção responsável: Pitoco, este lindo menino de porte pequeno já está castrado e pronto para conhecer sua nova família. Dócil e brincalhão, ele adora crianças e vive bem com outros animais. Para adotá-lo fale com a Luciane Gouvea (41) 99533-5633. Foto: Divulgação

Pitoco, este lindo menino de porte pequeno já está castrado e pronto para conhecer sua nova família. Dócil e brincalhão, ele adora crianças e vive bem com outros animais. Para adotá-lo fale com a Luciane Gouvea (41) 99533-5633. Foto: Divulgação

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar

17 Comentários em "Cocô de cachorro: qual é o destino correto?"


Wade Wilson
Wade Wilson
4 meses 4 dias atrás

Cocô de cachorro: qual é o destino correto? Cabeça de alguns que comentam aqui…

Carlos Jamil
Carlos Jamil
4 meses 7 dias atrás

Positivamente o progresso ainda não chegou aqui. A prefeitura e o povo poderiam fazer composteiras em áreas públicas. Fezes, restos de comida, folhas compostados sao adubo p alimentos, flores… a compostagem eleva a temperatura e Mata esses germes. Florianópolis tem no parque pegado à UFSC. Aprenda Greca!

Нилцеу
Нилцеу
4 meses 7 dias atrás

Aqui em Curitiba, o destino correto do cocô dos cachorros, é a grama dos vizinhos, ou nas praças, para que quem passe por elas tenham seus calçados lubrificados; pelo menos é assim que os cidadãos e cidadãs educadíssimos/as da cidade pensam!!kkk

Roberto Roberto
Roberto Roberto
4 meses 8 dias atrás

Os ricos amam seus animais…de raça porque os de rua eles não querem. Um ser humano idoso não pode ser considerado inferior aos cachorros. Gosto de cães, inclusive eu tenho, apenas não sou escravo deles. Amar o bicho não significa ser capacho deles.

Mário
Mário
4 meses 6 dias atrás

Já vi muitas pessoas de alta passeando com vira-latas

joel souza
joel souza
4 meses 8 dias atrás

Na verdade a culpa não é do cachorro, e sim do porcohumano que não recolhe às fezes, ou que solta o cachorro na rua para fezer suas necessidades na frente da casa de outros moradores, so pra não ter trabalho de limpar! Ou seja o porcohumano quer ter animais, mas não quer cumprir com às resposabilidades, bem típico do povo brasileiro, inclusive do porcohumano que joga lixo na rua, tem uma espécie em alta, o porcohumanofumantis, joga chega de cigarro por toda cidade!

emerson benkendorf
emerson benkendorf
4 meses 8 dias atrás

Tenho “raiva” de quem leva cachorro na praia e ainda enterra o cocô na areia.

Cesar
Cesar
4 meses 8 dias atrás

Dondocada gosta mesmo é deixar na rua – Não se são as porcas que puxam os cães ou vive versa.

Rebeca Schieller
Rebeca Schieller
4 meses 8 dias atrás

Tá um nojo essa proliferação de escravos (cachorrinhos) de humanos.

Emerson Dal Comuni
Emerson Dal Comuni
4 meses 8 dias atrás

e o que falar desse amor pelos animais, desde que seja de uma raça bem cara…..

Kevin Mamar
Kevin Mamar
4 meses 8 dias atrás

Te garanto que esses “escravos” são muito melhores e fiéis do que os próprios seres humanos lixos como vc.

Mário
Mário
4 meses 6 dias atrás

Animais valem mais que humanos

Moraes Rubens
Moraes Rubens
4 meses 8 dias atrás

Ainda há alguns que levam propositalmente o seu “bichinho” para sujar a frente da casa do vizinho tamanho é a falta de educação do sujeito que quer ter um animalzinho sendo um baita animalzão!

alvaro santos
alvaro santos
4 meses 8 dias atrás

O destino da mherda dos pets de muitos moradores sem educação de apto é o canteiro de flores dos vizinhos.

Wade Wilson
Wade Wilson
4 meses 4 dias atrás

O que é um cachorreiro?

Curitibano Sincero
Curitibano Sincero
4 meses 6 dias atrás

CACHOREIRO DETECT!

Mário
Mário
4 meses 6 dias atrás

Na sua boca , visto que fala muitas abobrinhas

wpDiscuz

Últimas dos blogs

Renato Follador

Previdência: um dia você vai precisar dela

Renato Follador

Tudo o que você precisa saber sobre aposentadoria, reforma da previdência social e previdência privada. Tire suas dúvidas sobre o INSS com Renato Follador!

·

A correção das aposentadorias

Dartagnan

Triboladas

Dartagnan

O mundo do Darta e seus amigos. Piadas, abraços, memes e muito humor

·

Diferenças

Tribuna do Paraná

Opinião

Tribuna do Paraná

Opinião da Tribuna sobre assuntos do cotidiano

·

O presidente que adora soltar bandidos

Últimas Notícias

Mais comentadas